Você está aqui: Página Inicial / EVENTOS / Diagramas de Alteridade

Diagramas de Alteridade

por Cláudia Regina - publicado 02/08/2019 10:45 - última modificação 17/09/2019 10:44

Detalhes do evento

Quando

de 26/09/2019 - 14:00
a 26/09/2019 - 17:00

Onde

Auditório do IEA, Rua Praça do Relógio, 109, Cidade Universitária, São Paulo

Nome do Contato

Telefone do Contato

11 3091-1686

Adicionar evento ao calendário

O modelo contemporâneo de arte como práxis ética de solidariedade social. Artistas recorrem à condição desvalida de pessoas e produzem arte a partir desse encontro, através de processos de alteridade ou de reconhecimento da subjetividade autoral e de sua condição de sujeito econômico da arte, eliminando-se a mais valia simbólica com benefícios reais ao outro envolvido. O modelo abstrato de diagrama é retirado do processo de demonstração científica.

Homenageados: Geraldo de Barros e Cláudia Andujar. A arte pode ser um processo em que segmentos da sociedade, especialmente aqueles mais frágeis, são diretamente envolvidos em projetos de artistas. Nos anos 50, Geraldo de Barros, artista múltiplo e designer de móveis, criou a empresa UNILABOR para a fabricação de móveis, organizada em moldes de socialização dos lucros e de alguns aspectos da organização da produção. Cláudia Andujar, desde o final dos anos 60, aliou-se aos Yanomamis, utilizando sua fotografia como um instrumento de sua defesa contra o genocídio e de esclarecimento da sociedade nacional sobre os valores espirituais e humanos dos índios. Além do mais, Andujar sempre esteve com eles nos fóruns de defesa de seus direitos, compartilhou resultados econômicos de seu trabalho fotográfico e tornou-os herdeiros dos direitos de imagem.

Inscrições

Serão disponibilizadas 40 vagas a interessados em geral (com acesso por ordem de chegada).

Não há necessidade de inscrição para assistir à transmissão on-line

Capacidade do auditório: 120 lugares

Organização

Programação

Palestrantes:

 

Moderadora

Sobre a Jornada

A jornada de seminários compõe a disciplina "Relações do Conhecimento entre Arte e Ciência: Gênero, Neocolonialismo e Espaço Sideral", oferecida pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação da USP em associação à Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência, uma parceria entre o IEA-USP e o Itaú Cultural.

O programa da disciplina foi formulado pelos dois titulares da Cátedra em 2019: o crítico, curador e historiador de arte Paulo Herkenhoff e a biomédica Helena Nader, professora da Unifesp. A intenção é promover uma discussão profunda sobre as inter-relações arte e ciência ao longo dos tempos, perpassando por aspectos como proeminência cultural de um país sobre outro, questões de gênero, de estilos e formatos.

No total, serão 19 aulas entre os meses de agosto e dezembro, sempre às quintas e sextas-feiras, das 14h às 17h, que irão reunir palestrantes e debatedores de diversas áreas do conhecimento e que são lideranças em suas áreas de atuação. Cada seminário terá um homenageado e abordará um tema específico.

Veja o programa completo (sujeito à alteração).

Evento com transmissão em: http://www.iea.usp.br/aovivo