Você está aqui: Página Inicial / PESSOAS / pessoaD / Debora Sotto

Debora Sotto

por Djonathan Gomes Ribeiro - publicado 01/02/2018 13:48 - última modificação 10/11/2021 19:57


Debora Sotto - PerfilDoutora em Direito Urbanístico pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2015). Pós-Doutorado pelo Departamento de Saúde Ambiental da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (2017-2018), com foco em planejamento urbano, desenvolvimento urbano sustentável e ação climática local. Pós-Doutorado em andamento no Centro de Síntese USP Cidades Globais do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, sob a supervisão do Prof. Arlindo Philippi Jr., com foco em resiliência urbana e desenvolvimento urbano sustentável. Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo (1998). Mestre em Direito do Estado - Direito Tributário pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2005). Mestre Profissional em Direito Internacional do Meio Ambiente pela Universidade de Limoges (2011). Procuradora do Município de São Paulo (desde 2003), atuando nas áreas de planejamento e desenvolvimento urbano, meio ambiente e habitação.

PROJETO DE PESQUISA NO IEA-USP PROGRAMA CIDADES GLOBAIS

Título do Projeto: Planejamento Urbano e Resiliência no Brasil:  técnicas, estratégias, instrumentos e indicadores para cidades resilientes e sustentáveis

Supervisor: Prof. Dr. Arlindo Philippi Jr.

Período: 11/03/2019 a 10/09/2021

Considerando que o Brasil, a exemplo do restante do planeta, é cada vez mais um país essencialmente urbano, a preparação das cidades brasileiras para o enfrentamento de choques e estresses, por meio da incorporação de estratégias de resiliência no planejamento e gestão urbanos, é providência indispensável para a promoção da sustentabilidade urbano-ambiental e para atingimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS.

Nesse contexto, o presente projeto de pesquisa de pós-doutorado objetiva propor um modelo de planejamento e gestão urbana resiliente para as cidades brasileiras, alinhado ao cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e passível de monitoramento por um conjunto de indicadores focados em resiliência urbana. Para tanto, pretende-se desenvolver um estudo de caso múltiplo, abrangendo dez cidades brasileiras, selecionadas à razão de uma cidade grande e uma cidade média por região brasileira, com a realização de  pesquisa bibliográfica, para levantamento da literatura relevante existente nas diferentes disciplinas de interesse; pesquisa documental, para levantamento de dados junto aos repositórios oficiais de informação de caráter nacional, regional e local, bases de dados digitais e portais de transparência e eventualmente a condução de entrevistas, procedendo-se à análise qualitativa dos achados utilizando o software NVivo.

Espera-se que a pesquisa possa resultar, como principais contribuições científicas, em uma compilação do estado da arte do conhecimento científico sobre a resiliência urbana no Brasil e na propositura de alternativas viáveis para o enfrentamento de fatores de estresse e choque pelas cidades brasileiras de maneira durável, eficiente e sustentável. Como contribuições sociais, espera-se que a pesquisa possa auxiliar a capacitação de gestores e técnicos municipais para a promoção de ações de resiliência urbana em âmbito local e o aperfeiçoamento da governança urbana no campo da resiliência.

Palavras-chave: Desenvolvimento urbano sustentável; Gestão urbana – objetivos de desenvolvimento sustentável; Planejamento urbano; Resiliência urbana

Interfaces com as ODS:

ODS - Débora Sotto



PRINCIPAIS PUBLICAÇÕES SOBRE O TEMA DE PESQUISA

Sotto, D. A promoção da resiliência urbana nas cidades brasileiras: desafios e perspectivas (Urban Resilience promotion in Brazilian cities: challenges and perspectives). in Vieira, B. (org.). Instrumentos urbanísticos e sua (in)efetividade. Totus. Capítulo de livro, no prelo.

Sotto, D.; Philippi Jr, A. A gestão da drenagem urbana nos Planos Diretores de dez cidades brasileiras: avanços e desafios. (Urban drainage management in the Master Plans of ten Brazilian Cities: advances and challenges. Capítulo de livro, preparado para integrar publicação do Programa de Pós-Graduação Ambiente, Saúde e Sustentabilidade (PRO ASaS), em revisão.

Sotto, D. Inovação em Adaptação e Mitigação Climática para Cidades Inteligentes e Resilientes (Innovation in Climate Adaptation and Mitigation for Intelligent and Resilient Cities). in Pires, L. (Org.) Cidades inteligentes, humanas e sustentáveis. II Encontro Internacional de direito Administrativo Contemporâneo e os Desafios da Sustentabilidade. Belo Horizonte: Arraes Editores, 2020. p. 227 a 234.

PRINCIPAIS PUBLICAÇÕES NO IEA

Cortese, T.T.P., Sotto, D., Hernández Arriagada, C., Nery, M. & Lopes, R. Desigualdade de gênero na pandemia: ODS 5 no cenário pós-COVID (Gender inequality in the pandemic: SDG5 in the post-COVID scenery). Submetido em dezembro de 2020 e aguardando avaliação pela Revista REURB – Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais.

Hernandez Arriagada, C.; Sotto, D.; Cortese, T.T.P. Vulnerabilidad al Coronavírus (COVID-19) en la ciudad de Sao Paulo. Aplicación metodológica de estrategias proyectuales para la contención epidémica. Submetido em julho de 2020 à Revista de Geografia Norte Grande (Chile), aguardando avaliação.

Sotto, D. et al. Sustentabilidade Urbana: dimensões conceituais e instrumentos legais de implementação. (Urban sustainability: conceptual dimensions and legal implementation tools). Revista de Estudos Avançados. IEA USP.  v. 33, p. 61-80, 2019.


Eventos:

 

Links relacionados

http://www.iea.usp.br/pesquisa/projetos-institucionais/usp-cidades-globais/rede-australia-brasil

https://en.lab-strategy.com/iea-usp-cidades-globais