Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / A arte induzindo à autorreflexão sobre os direitos humanos

A arte induzindo à autorreflexão sobre os direitos humanos

A Oficina Arte-Educação em Direitos Humanos acontece no dia 10 de dezembro, a partir das 12h, no Auditório da Casa da Cultura Japonesa, na Cidade Universitária.

Como fazer com que os direitos humanos reflitam sobre si mesmos e entrem em contato com seu "outro"? Ou melhor, como o ser humano pode vivenciar o outro em si mesmo? Depois de todos esses anos, serão os mesmo direitos? Serão os mesmos humanos? Essas questões estão na base do tema-provocação da oficina: "Aos 64: Autoreflexão dos Direitos Humanos".

O Módulo 5 do ciclo Direitos Humanos e Desenvolvimento será constituído pela Oficina Arte-Educação em Direitos Humanos, que acontece no dia 10 de dezembro, a partir das 12h, no Auditório da Casa da Cultura Japonesa, na Cidade Universitária. O encontro pretende induzir os participantes a uma autorreflexão sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos no dia de seu 64º aniversário.

O evento terá atividades coordenadas de debate, aquecimento, jogos, improvisações, psicodrama e um esforço de criação coletiva em quatro bases artísticas: literatura, artes plásticas e visuais, artes cênicas e música. Os artistas Felipe Montanari (ator), Contador Borges (poeta, tradutor e ensaísta), Davi de Freitas (palhaço), Fabrício Bonni (músico e compositor) e Daniel Andrade (músico, cantor e compositor) atuarão como coordenadores das atividades. Todos os participantes do evento poderão contribuir com as obras a serem criadas no dia.

O ciclo de debates Direitos Humanos e Desenvolvimento é uma realização da Cátedra Unesco de Educação para a Paz, Direitos Humanos, Democracia e Tolerância, sediada no IEA, do Núcleo de Estudos da Violência (NEV) e do Centro Universitário Maria Antonia (Ceuma). A coordenação é do professor Sérgio Adorno, diretor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) e coordenador da Cátedra Unesco, e de Moacyr Novaes, diretor do Ceuma.

O Módulo 5 conta também com a participação do Departamento de Ciência Política da FFLCH e do Laboratório de Arte e Cidadania Ativa (LArCA) como organizadores, além do apoio da Associação Nacional de Direitos Humanos, Pesquisa e Pós-Graduação (Andhep). A curadoria é da professora Rossana Reis, da FFLCH, e do pesquisador Vitor Blota, do NEV.

registrado em: , ,