Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / Cátedra Olavo Setubal abre inscrições para seleção de bolsistas

Cátedra Olavo Setubal abre inscrições para seleção de bolsistas

por Mauro Bellesa - publicado 27/11/2018 00:00 - última modificação 14/06/2019 16:33

Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência recebe inscrições para seleção de bolsistas de 27 de novembro a 5 de dezembro.
Comunidade São Remo e USP
Uma das ações da cátedra será a realização de um diagnóstico sociocultural e econômico de áreas vizinhas à USP na capital, como a Comunidade São Remo (à dir. na foto), ao lado da Cidade Universitária, no Butantã

Graduandos e pós-graduandos da USP podem se inscrever até 5 de dezembro no processo seletivo do Programa de Bolsas da Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência (parceria entre o IEA e o Itaú Cultural). O edital que regulamenta o programa tem como eixo temático "Democracia, Artes e Saberes Plurais" e foi instituído pela Portaria-2/18, publicada na edição do "Diário Oficial do Estado do Estado de São Paulo" do dia 27 de novembro. A iniciativa é uma realização da cátedra e da Reitoria da USP.

As bolsas terão duração de oito meses (janeiro a agosto de 2019). São 20 bolsas para estudantes de graduação, três para alunos de mestrado e três para alunos de doutorado. Os selecionados atuarão direta ou indiretamente em áreas da periferia de São Paulo, nas quais desenvolverão atividades vinculadas a três projetos da cátedra: Ciclo Centralidades Periféricas; Conexões com a Periferia; e Pontes e Vivências de Saberes [veja no quadro à dir.].

Os valores das bolsas são: R$ 400,00 para graduandos, R$ 1.200,00 para mestrandos e R$ 2.200,00 para doutorandos. Os bolsistas de graduação deverão cumprir carga horária de 10 horas semanais; os pós-graduandos terão carga de 30 horas. O custeio do programa é feito por recursos orçamentários da USP vinculados à Política de Apoio à Permanência e Formação Estudantil [o número de participantes sofreu alterações ao longo dos meses. Leia mais ao final da matéria].

Relacionado

Portaria IEA-2/18
Dispõe sobre o 
processo seletivo de bolsistas 2018/2019 da Cátedra Olavo Setubal

Portaria GR 7.286/2018
Estabelece valores e quantidade de bolsas
"DOE" de 2/11/2018

Resolução 7.286/2018
Instituiu o Programa de Bolsas
"DOE" de 12/10/2018


Encontros do ciclo Centralidades Periféricas

Projetos em que os bolsistas atuarão

Ciclo Centralidades Periféricas

Série de diálogos entre integrantes do mundo universitário – docentes, técnicos e estudantes – e artistas, intelectuais e ativistas das periferias brasileiras. O propósito é estimular diálogos e interações que contribuam para aproximar a universidade e as periferias, de modo que se reconheçam as produções destas e se ampliem os meios para maior representatividade de suas pessoas e experiências na USP.

Conexões com as Periferias
Criação de uma plataforma digital para maior aproximação da USP com as áreas periféricas ao campus da capital (Butantã e Ermelino Matarazzo). A iniciativa parte do reconhecimento do papel fundamental que a Universidade tem na construção de sociedades menos desiguais e violentas, a partir do seu engajamento com as demandas reais da população. Nesse sentido, serão identificadas as pesquisas e as ações de extensão da USP que tenham como foco as periferias. A plataforma também receberá sugestões de estudos sobre/com as periferias e de formas de ampliar a democratização do acesso e a permanência de grupos sociais populares na Universidade.

Pontes e Vivências de Saberes
Produção de diagnóstico sociocultural e econômico nas comunidades vizinhas ao Campus Capital (Butantã e USP Leste), com ênfase para o perfil geral das populações que ali residem, incluindo-se suas demandas, características e formas de relacionamento histórico com a USP. O objetivo é produzir dados que subsidiem a identificação de demandas sociais, bem como incentivar à formulação de propostas a serem apresentadas ao poder público e a instituições privadas.

Para se inscrever no processo seletivo, os estudantes de graduação precisam estar inscritos e qualificados em 2018 no Programa de Apoio à Permanência e Formação Estudantil (Papfe) da Superintendência de Assistência Social da USP (Campus São Paulo) e não podem ter sido contemplados com nenhuma bolsa do Programa Unificado de Bolsas da USP este ano. Se selecionados, poderão acumular com a bolsa apenas apoios e auxílios de permanência estudantil.

Para as bolsas destinadas a pós-graduandos, podem participar da seleção todos os alunos regulamente vinculados a programas de pós-graduação da Universidade no campus São Paulo.

Quando do início de sua atividade na cátedra, o bolsista não poderá acumular o recebimento de outras bolsas, exceto no caso de apoios e auxílios de permanência estudantil. Também não poderá ter excedido um período de 48 meses como beneficiário de outras bolsas e estágios anteriores com apoio financeiro da USP.

Inscrições

As inscrições devem ser feitas em formulário online IEA. É preciso enviar, - também pela internet -  currículo, histórico escolar e uma carta de apresentação, motivação e interesse no tema "Periferias e Favelas e suas Correspondência com a Vida Acadêmica".

A avaliação da carta levará em consideração três critérios: desenvolvimento do tema e organização do texto; coerência dos argumentos e articulação das partes do texto; e correção gramatical e adequação vocabular.

São critérios específicos de seleção:

  • alunos de graduação - interesse em pesquisa de campo e aptidão para visitas domiciliares, com aplicação de entrevistas pessoais;
  • alunos de pós-graduação - terá prioridade para na seleção de uma das vagas os candidatos que tenham experiência em técnicas quantitativas centradas na modelagem e gerenciamento de banco de dados e tratamento de informações estatísticas; outra vaga dará prioridade a pós-graduandos com conhecimentos de geoprocessamento que saiba utilizar e editar shapefiles em sistemas de informação geográfica.

A seleção dos candidatos habilitados será feita de 6 a 11 de dezembro. Eles serão entrevistados por professores e pesquisadores ligados à cátedra nos dias 17 e 18 de dezembro. A relação dos candidatos escolhidos para as bolsas será divulgada no dia 19 de dezembro. Todos realizarão treinamento nos dias 10 e 11 de janeiro e iniciarão as atividades do dia 14 do mesmo mês.

Além de relatórios parciais ao longo da duração da bolsa, todos os bolsistas deverão apresentar relatório final à coordenação da cátedra para revisão.

A renovação parcial ou total das bolsas somente ocorrerá se houver necessidade de continuidade do projeto e disponibilidade de recursos. Todas as bolsas podem ser interrompidas por iniciativa de uma das partes, com justificativa por escrito apresentada com antecedência mínima de 30 dias.


Atualizado em 14 de junho de 2019: atualmente, o projeto tem 38 bolsas para alunos de graduação, três para alunos de mestrado e uma para alunos de doutorado.

Foto: Marcos Santos/Agência USP