Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / Cátedra de Educação Básica empossa diretoria e conselheiros

Cátedra de Educação Básica empossa diretoria e conselheiros

por Nelson Niero Neto - publicado 11/11/2020 14:20 - última modificação 11/11/2020 14:32

Cerimônia virtual ocorreu no dia 29 de outubro

A Cátedra de Educação Básica, parceria do IEA com a Fundação Itaú Social, empossou na última quinta-feira (29) a nova diretoria e 12 conselheiros que formarão seu Conselho Consultivo. A cerimônia virtual teve a participação de membros da Cátedra, pesquisadores do IEA, e professores de diversas universidades brasileiras.

Tomaram posse o primeiro catedrático, Naomar de Almeida Filho; a coordenadora geral, e também vice-diretora do IEA, Roseli de Deus Lopes; e o coordenador acadêmico, Luís Carlos de Menezes. Os membros do Conselho (clique aqui para ver os perfis) atuam em funções diversas no campo educacional — na academia, em instituições representativas de professores e dirigentes do ensino básico e em organizações do terceiro setor. Com o grupo, a Cátedra e o IEA esperam manter um diálogo constante com a sociedade e com atores da educação que não necessariamente estão ligados à USP.

A cerimônia

Leia mais

Cátedra de Educação Básica visa à formação inicial de professores

Paulo Saldiva, professor da Faculdade de Medicina da USP e diretor do IEA entre 2016 e abril de 2020, foi um dos responsáveis diretos pela criação da Cátedra. Durante sua gestão, ele convidou os professores Lino de Macedo, Luís Carlos de Menezes e José Nílson Machado para iniciar o projeto que se transformaria na Cátedra.

“Me enche de orgulho ter acompanhado esse processo”, disse Saldiva em um vídeo enviado para a cerimônia. Ele destacou a importância da Cátedra para pensar e melhorar a educação brasileira, “um sonho de todos os brasileiros”.

Nílson relembrou aos presentes que o trio empossado — catedrático e coordenadores — na verdade já está em ação, à frente da Cátedra, desde o primeiro semestre deste ano. Sob seu comando, a Cátedra realizou 22 eventos virtuais, entre minicursos, palestras e seminários, entre maio e início de novembro. Outros estão previstos para novembro e dezembro. “A pandemia atrasou a posse e a formalização destas funções, mas não a ação”, disse Nílson.

Planos para 2021

O catedrático Naomar de Almeida Filho aproveitou a oportunidade para apresentar os planos da Cátedra aos conselheiros, que se reuniram pela primeira vez. Além de oferecer mais minicursos, uma modalidade que reuniu muitos participantes virtuais este ano, a Cátedra pretende continuar organizando em 2021 seminários e palestras em geral.

Um dos objetivos propostos pelo catedrático é manter o diálogo com diferentes atores da educação brasileira, um esforço iniciado neste ano em reuniões com representantes de órgãos e instituições que representam professores e estudantes.

Segundo Naomar, a Cátedra também continuará buscando em 2021 a interface entre educação básica e educação superior — ou seja, a busca de soluções interdisciplinares para a formação inicial de professores da educação básica.

A solenidade teve a presença de membros da comunidade USP, como o diretor do IEA, Guilherme Ary Plonski; Edmund Baracat, Pró-Reitor de Graduação da USP;  Luiz Bevilacqua, ex-reitor da Universidade Federal do ABC e professor visitante do IEA; Diana Vidal, diretora do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB); e Mozart Neves Ramos, titular da Cátedra Sérgio Henrique Ferreira, sediada no IEA Polo Ribeirão Preto, além de diretores e vice-diretores de faculdades da USP. Pesquisadores do IEA, como Arlindo Philippi Junior e René Mendes também acompanharam a cerimônia.

Professores e pesquisadores de universidades espalhadas pelo país também prestigiaram a posse — entre elas, Unesp, Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) e UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), além de uma pesquisadora da Universidad Nacional de Rosario, da Argentina.

A Fundação Itaú Social foi representada por sua superintendente, Angela Dannemann.