Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / Dança e música das periferias são tema do próximo Centralidades Periféricas, da Cátedra Olavo Setubal

Dança e música das periferias são tema do próximo Centralidades Periféricas, da Cátedra Olavo Setubal

por Victor Matioli - publicado 01/03/2019 15:40 - última modificação 12/03/2019 11:14

No dia 25 de março, das 9h às 17h, o encontro dá continuidade ao ciclo Centralidades Periféricas, idealizado e iniciado em 2018 por Eliana Sousa Silva, titular da Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência.

Karol Conka
Karol Conka, uma das participantes do encontro | Foto: Wikimedia
Karol Conka, KL Jay, Lia Rodrigues, Rubens Oliveira e outros expoentes da dança e da música criadas nas periferias participarão de um evento no IEA que buscará analisar essas expressões artísticas e responder às perguntas: “o que elas fazem ecoar e o que dizem sobre as cidades?”. No dia 25 de março, das 9h às 17h, o encontro dá continuidade ao ciclo Centralidades Periféricas, idealizado e iniciado em 2018 por Eliana Sousa Silva, titular da Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência. No ano passado, quatro eventos do ciclo trataram dos temas literatura, teatro, produções audiovisuais e pixo/grafitti.

Para participar presencialmente é necessário fazer uma inscrição. Haverá também uma transmissão ao vivo pelo site do IEA, para a qual não é necessário se inscrever.

A primeira metade do encontro, intitulada Expressões de Corpos Periféricos na Cidade, será dedicada à dança e suas formas de manifestação nos subúrbios. De acordo com Eliana, o objetivo é criar um espaço dedicado à “escuta e fala na perspectiva de pensarmos, com os atores desse campo, o que a dança produzida nas periferias mobilizam e podem mobilizar na cidade”. Além da titular da Cátedra, participarão do evento:

Rubens Oliveira
Grupo de dança de Rubens Oliveira, outro participante do evento | Foto: Divulgação/Facebook
Lia Rodrigues - Diretora da Companhia de Danças Lia Rodrigues e cofundadora do Centro de Artes da Maré (CAM), parceria entre a Companhia e a ONG Redes da Maré;

Rubens Oliveira - Bailarino, professor, coreógrafo e colaborador do projeto Dança Comunidade;

Helena Katz - Crítica de dança, professora da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo e coordenadora do Centro de Estudos em Dança (CED), que fundou em 1986;

Renata Prado - Dançarina de funk, idealizadora da Frente Nacional de Mulheres no Funk e diretora da Companhia de Dança Batekooniana;

William Severo dos Santos - Integrante do coletivo Eu Amo Baile Funk e um dos líderes do grupo Imperadores da Dança.

No período da tarde, a partir das 14h, serão debatidos os sons produzidos nas periferias e suas reverberações em outros cantos da cidade. Os participantes serão:

KL Jay
DJ KL Jay | Foto: Wikimedia
Acauam Oliveira - Doutor em Literatura Brasileira e professor da Universidade de Pernambuco (UPE);

DJ KL Jay - DJ cofundador do grupo de rap Racionais MC's;

Cláudio Miranda - Músico e integrante do grupo Poesia Samba Soul;

Karol Conka - Cantora e compositora de rap.

Às 17h, para marcar o final do dia de eventos, o DJ KL Jay fará uma breve apresentação para o público presente.

 



Ciclo Centralidades Periféricas: Expressões de Corpos Periféricos na Cidade e Sons que Ecoam das Periferias
25 de março, das 9h às 17h
Sala Alfredo Bosi, Rua da Praça do Relógio, 109, térreo, Cidade Universitária, São Paulo
Evento gratuito, com transmissão ao vivo pela internet
Para acompanhar presencialmente, é necessário se inscrever
Mais informações: Sandra Sedini (sedini@usp.br) ou (11) 3091-1678
Página do evento