Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / Cátedra Olavo Setubal realiza webinar no México sobre emergências culturais

Cátedra Olavo Setubal realiza webinar no México sobre emergências culturais

por Mauro Bellesa - publicado 06/01/2022 12:20 - última modificação 19/01/2022 11:21

Capa do Caderno de Pesquisa 2 da Cátedra Olavo Setubal
Caderno da Cátedra Olavo Setubal com os resultados da pesquisa
Nos dias 18 e 19 de janeiro, das 15h às 17h (horário de Brasília), será realizado o webinar Emergências Culturais: Instituições, Criadores e Comunidades no Brasil e no México, com transmissão ao vivo a partir da Universidade Autônoma Metropolitana (UAM), localizada na Cidade do México [haverá tradução simultânea].

No encontro, serão apresentados os resultados da pesquisa A Institucionalidade da Cultura e as Mudanças Socioculturais, liderada pelo antropólogo cultural Néstor García Canclini durante sua titularidade (2020-2022) na Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência, parceria entre o IEA e o Itaú Cultural.

Relacionado

Encontro "Emergências Culturais Latino-Americanas: Instituições, Criadores e Comunidades no Brasil e no México"
25 de novembro de 2021

Notícia

Midiateca


 

Lançamento do Caderno de Pesquisa nº 2 Emergências Culturais Latino-Americanas: Das Histórias aos Acontecimentos

Versão digital do caderno

Notícia

Midiateca



Lançamento do Caderno de Pesquisa nº 1
"A Institucionalização da Cultura e as Mudanças Socioculturais"

Versões digitais do caderno

Notícia

Midiateca



Outras notícias sobre a cátedra

Ao lado dos pós-doutorandos Sharine Melo e Juan Ignacio Brizuela e da pesquisadora Mariana Martínez, Canclini estudou as mudanças nas instituições culturais do Brasil e do México e em suas relações com os públicos, os criadores e as comunidades.

A pesquisa analisou também o movimento de milhares de artistas e gestores que levou à aprovação da Lei 14.070/20, que destinou R$ 3 bilhões aos estados e municípios brasileiros para combater o desemprego entre os profissionais da área e o fechamento de espaços culturais. Conhecida como Lei Aldir Blanc, a iniciativa apoiou novas experiências criativas e de comunicação durante a pandemia.

A pesquisa incluiu uma análise da situação do México no mesmo período, abordando a relação dessas políticas emergenciais com as culturas comunitárias e as redes, nas sociedades brasileira e mexicana.

Programação

18 de janeiro, das 15h às 17h (horário de Brasília)

Tema: As Instituições Culturais e as Culturas Comunitárias no Brasil e no México

Apresentações:

Instituições, Comunidades e Criadores: Da Precariedade à Emergência - Néstor García Canclini

As Políticas Culturais e a Mobilização Digital no Brasil - Sharine Melo

Pontos de Cultura, Plataformas e Redes Latino-Americanas - Juan Brizuela

Comentaristas:

Gustavo Lins Ribeiro, professor do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UnB

Teixeira Coelho, professor emérito da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP

Moderadora:

Laura Raquel Valladares de la Cruz (UAM em Iztapalapa, Cidade do México)

19 de janeiro de 2022, das 15h às 17h (horário de Brasília)

Tema: Emergências Culturais e seu Futuro

Apresentações:

México: Instituições, Movimentos e Monumentos – Néstor García Canclini e Mariana Martínez

Perspectivas a partir dos Movimentos Socioculturais: Questões sobre as Instituições, as Necessidades das Comunidades e as Demandas dos Trabalhadores da Cultura – Sharine Melo e Juan Brizuela

Comentaristas:

María Minera, crítica e ativista cultural mexicana

Lia Calabre, professora do Programa de Pós-Graduação em Memória e Acervo da Fundação Casa de Rui Barbosa e do Programa de Pós-Graduação em Cultura e Territorialidade da UFF

Moderadora:

Laura Raquel Valladares de la Cruz (UAM em Iztapalapa, Cidade do México)