Ensaios

A pandemia da Covid-19 alterou profundamente a rotina de muitas pessoas, acentuando exponencialmente algumas tendências possibilitadas pelas tecnologias digitais, como o contato entre as pessoas, o trabalho em casa, o comércio e a telemedicina. Os impactos de tudo isso são econômicos, políticos, sociais, culturais e até mesmo emocionais.

Por outro lado, graças aos recursos computacionais é possível coletar, organizar e analisar inúmera quantidade de dados sobre a progressão da pandemia, trabalho essencial do ponto de vista epidemiológico, principalmente para a adoção de medidas que reduzam o contágio do Sars-CoV-2, o novo coronavírus.

Os cinco textos com que o Grupo de Estudos Humanidades Computacionais inaugura sua seção “Ensaios” procuram refletir sobre esse “novo normal”, como a imprensa tem se referido à vida em quarentena.

Quatro ensaios tratam desde o aspecto político presente quando alguém não pode se relacionar fisicamente com outro até os aspectos simbólicos da profusão de vídeos na internet, nos quais as pessoas filmam o mundo através de sua janela. Um quinto texto é dedicado a preocupações sobre o uso da inteligência artificial nas decisões do Judiciário.

Confira os ensaios:

Fake news: O Combate ao Conteúdo Não Basta

Por Teixeira Coelho

Coronavírus: Estamos Nus, Somos Um

Por Marcos Buckeridge

Através da Janela: vídeo online em dias de tempos e espaços desarticulados

Por Marcus Bastos

Ideias Titubeantes em Tempo de Confinamento

Por Lucia Maciel Barbosa de Oliveira

Racismo Digital em Tempos de Crise Autoimunitária

Por Paola Cantarini