Projeto

O propósito do IEA em promover debates e pesquisas interdisciplinares permite tratar, de maneira bastante abrangente, problemáticas e temas voltados não apenas para o desenvolvimento da ciência, mas, também, para o seu uso social. O Instituto tem a capacidade de ser o agente federador de instâncias em diversos níveis de administração (nacional, local, internacional) e promover intercâmbio acadêmico e a cooperação entre brasileiros e estrangeiros, pesquisadores, intelectuais, gestores, governantes, estudiosos em geral e por este motivo foi escolhido como possível locus para a criação deste grupo.

Justificativa

Políticas de desenvolvimento resultam normalmente em grandes modificações do espaço geográfico e atuam simultaneamente sobre o econômico e o social. Várias delas são, obrigatoriamente, a base de outras, ao lado das quais funcionam, muitas vezes, os incentivos financeiros desempenhando um papel importante na definição do uso do espaço geografico, nas dinâmicas territoriais.  Um dos objetivos da ciência geográfica é o olhar sobre o que ocorre no território, seja decorrente dos processos econômicos, das mobilidades populacionais,  das mobilizações sociais, das ações de governos, analisando as transformações e impactos resultantes destes processos. Mas, a complexidade dos processos e das ações induzem a uma necessária articulação com outros olhares científicos.

A criação de um grupo de estudos interdisciplinar e multiprofissional sobre políticas públicas, voltado ao debate e compreensão de políticas estratégicas, bem como dos mecanismos de articulação de instancias executoras poderá desempenhar um papel significativo na construção do conhecimento e no papel social da Universidade de São Paulo, gerando possíveis contribuições aos gestores públicos.

Objetivos

Planejar e realizar discussão a respeito de políticas públicas com pesquisadores, formadores de opinião e representantes governamentais garantindo o caráter interdisciplinar e multiprofissional da tematica;

Promover, periodicamente, debates de temas relacionados a políticas públicas estratégicas, federais, estaduais e/ou municipais por meio de palestras, seminários, mesas redondas, simpósios;

Elaborar estudos, publicá-los e divulgá-los junto a instituições governamentais (federais, estaduais e municipais), não governamentais e instituições multilaterais.

Apresentar anualmente relatório das atividades desenvolvidas ao Conselho Deliberativo do IEA.

Procedimentos

O grupo de políticas públicas devera interagir com outros grupos do IEA, sendo que alguns de seus membros já estão sendo contactados para a participação nas atividades por nós previstas.

Especificamente, com o de Ciências Ambientais, visa-se promover debates e ações conjuntas quando as temáticas tratadas forem convergentes e, com isto, ampliando a visibilidade. Assim, articular ações e debates, maximizando o envolvimento dos convidados é o nosso compromisso. Da mesma maneira, vários pesquisadores vinculados ao IEA desenvolvem suas pesquisas e estudos que devem ser articulados com o grupo de políticas públicas territoriais, agregando sugestões, contribuindo para formar opiniões etc., a exemplo do Prof. Ignacy Sachs.

Outro aspecto a ser ressaltado é a elaboração de estudos e sua divulgação. Como editores da Confins Revista Franco-Brasileira de Geografia poderíamos encaminhá-los ao julgamento dos membros do Comitê Editorial e dos pareceristas ad hoc. Evidentemente, também seria estimulado o encaminhamento à Revista do IEA e outras revistas brasileiras que abordam temáticas da mesma área de conhecimento.

Núcleo Central de Pesquisadores

Profa. Associada Neli Aparecida de Mello - EACH, Geografia e Procam USP.

Prof. Convidado Hervé Théry - Cátedra Pierre Monbeig –Depto de Geografia USP

Prof. titular Wanderley Messias da Costa – Depto de Geografia USP

Prof. Associado Manoel Cabral de Castro – EACH

Prof. Dr. Alessandro Soares da Silva – EACH

Pesquisador e professor INPE – Prof. Dr. Diógenes Alves