Você está aqui: Página Inicial / EVENTOS / Escravidão do Corpo e Escravidão da Alma: Igreja, Poder Político e Escravidão entre Atlântico e Mediterrâneo

Escravidão do Corpo e Escravidão da Alma: Igreja, Poder Político e Escravidão entre Atlântico e Mediterrâneo

por Cláudia Regina - publicado 01/02/2019 10:45 - última modificação 11/04/2019 14:13

Detalhes do evento

Quando

de 11/04/2019 - 09:00
a 12/04/2019 - 18:00

Onde

Sala Alfredo Bosi, Rua da Praça do Relógio, 109, Cidade Universitária, São Paulo

Nome do Contato

Telefone do Contato

11 3091-1686

Adicionar evento ao calendário

A sugestão do tema nasceu com base no debate corrente acerca do problema da escravidão, infelizmente reatualizado por recentes formas de escravidão e tráfico de seres humanos no mundo, e do fato de que a escravidão na Idade Moderna tem sido, nos últimos anos, objeto de debates, conferências e publicações.

Como o título sugere, o simpósio aborda a relação entre a escravidão do corpo e da alma, com especial atenção para a abordagem da Igreja Católica ao fenômeno, na Idade Moderna, numa área geográfica que compreende o Brasil, como um dos destinos fundamentais das rotas dos escravos que atravessaram o Atlântico; mas que também inclui a consideração dos estudos atualmente conduzidos acerca da escravidão no Mediterrâneo. Uma abordagem interdisciplinar foi escolhida, abrangendo várias áreas: do direito à teologia, da história econômica à história religiosa. Os problemas são muitos: como a Igreja Católica lidou com o fenômeno da escravidão no Velho e Novo Mundo? Quais respostas teológicas foram propostas para a questão da legalidade da escravidão e que contribuição os canonistas deram? Como estudar a circulação da literatura teológica e missionária sobre este tema entre a Europa e a América? E mais uma vez: qual foi o papel das ordens religiosas e das irmandades? Quais foram as influências da reciprocidade no tratamento dos escravos cristãos no mundo muçulmano e dos escravos muçulmanos no mundo cristão no Mediterrâneo?

O simpósio se destina a pesquisadores nas áreas de historia do Brasil, história da cultural, história da psicologia, história da teologia; professores de ensino médio; alunos de graduação e pós-graduação.

Inscrições

Evento público, gratuito e com inscrição prévia.

Programação

11 de abril

9h

Os Tratados Teológico-Jurídicos nos Contextos Coloniais
Carlos Zeron
(BBM/USP)

10h

Debate

11h

Escravidão de Política Indigenista na Amazônia
Camila L. Dias (IEL/Unicamp)

12h

Debate

13h

Intervalo

15h

A Escravidão nos Sermões de Antônio Vieira
Alcir Pécora (Unicamp)

16h

Debate

12 de abril

9h

Léxico sobre a Escravidão na Sermonistica Brasileira entre Séculos XVI e XVIII
Marina Massimi (IEA/USP)

9h40

Debate

10h30

Jesuítas, Escravidão e Conversões
Emanuele Colombo (Universidade DePaul, EUA)

11h10

Debate

12h

Intervalo

14h

As Confraternitas dos Escravos Negros no Brasil Colonial
Caio César Boschi (PUC/MG)

15h

Debate

16h

Conclusão: Síntese e Perspectivas

Evento com transmissão em: http://www.iea.usp.br/aovivo