Você está aqui: Página Inicial / EVENTOS / Ciclo Intervenção Social e Conhecimento Científico: Redes Sociais e Movimentos Coletivos (quinto seminário)

Ciclo Intervenção Social e Conhecimento Científico: Redes Sociais e Movimentos Coletivos (quinto seminário)

Detalhes do evento

Quando

de 21/09/2017 - 14:00
a 21/09/2017 - 17:00

Onde

Instituto de Psicologia, Bloco F, sala 36, Butantã São Paulo

Nome do Contato

Adicionar evento ao calendário

Épisteme Theoritiké: Identidade, não Contradição e Terceiro Excluído

A emergência das ciências processuais aplicadas à leitura e à interpretação da realidade natural e social colocou novas questões de método que se consolidaram sob a forma de problemas epistemológicos contemporâneos - verdade científica x verdade histórico-literária.

Por outro lado, o surgimento dos métodos da engenharia, como especialidades teóricas da prática, gerou as condições para a emergência de uma tecnologia científica, subordinando processo científico e social a processo produtivo. Dessa forma, a intervenção sobre problemas sociais como solução metodológica reflete a ruptura de hegemonia de modelos epistemológicos produzidos pela difusão mercantilizada do conhecimento científico gerado nas ciências processuais.

Sob tal perspectiva, os treze seminários do ciclo proposto pretende promover, mediante estudos das questões apontadas, a compreensão crítica de relações entre conhecimento científico e vida social como condicionantes de projetos alternativos de Futuro, mediados por, e comprometidos com sistemas arbitrários de valores de verdade, em difusão midiática e tecno-eletrônica.

Expositora:

Eda Tassara

Material de Referência:

ADAMS, H.; SEARLE, L. (org.) Critical Theory, vol. I e II [vol. I: Since 1965. Florida, University Presses of Florida, 1986 ; vol. II: Since Plato. Boston, Thomson Wadsworth, 2005].
PINTO, A. V. O Conceito da Tecnologia, vol. I e II. Rio de Janeiro, Ed. Contraponto, 2005.
STANDING, G. O Precariado. A nova classe perigosa. Trad. Cristina Antunes. São Paulo, Autêntica Editora, 2013.
CANETTI, E. Massa e Poder. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
MOSCOVICI, S. L’Âge de foules. Um traité historique de psychologie des masses. Paris: Foyard, 1981 [La era de las multitudes. Um tratado histórico de psicologia de las masas. México: FCE, 1985].
SILVA, F. M. A trans-historicidade do conhecimento científico na crítica sócio-epistemológica da ciência de Pierre Bordieu. Tese de Doutorado, PUC São Paulo, 2017
VARGAS, M. A história da matematização da natureza. Estudos Avançados, 10(28), 1996, pp. 249-276

Inscrições

Evento público e gratuito | Sem inscrição

Programação

17/08

O que é a tecnologia? Arte, ciência e técnica

24/08

Tecnologia científica: tradição e conhecimento

31/08

A construção histórica do sistema científcio-tecnológico: a big Science e o domínio político do conhecimento

14/09

O desvelamento teórico da realidade: filosofia, sabedoria, linguagem e pensamento

21/09

Épisteme theoritiké: identidade, não contradição e terceiro excluído.

28/09

O pensamento e o método lógico: a crítica entre verdades e falsidades e o cotejamento com os fatos

05/10

A crítica metódica e seus procedimentos: da geometria e aritmética no cálculo e descrição de fenômenos à matematização da natureza

19/10

Interfaces conhecimento, ciência e sociedade: a emergência da engenharia e o encontro da invenção com a imaginação utópica na modernidade

26/10

Utopias versus distopias na luta política pelo futuro histórico

09/11

Civilização e cultura: globalização, mundialização e seus confrontos  no âmago psicossocial do político

16/11

A trans-historicidade do conhecimento científico e a construção das estruturas lógico-matemáticas: a contemporaneidade para além do senso-comum

23/11

Massa e Poder no século XXI. Redes como estrutura algébrica e sua disponibilização como instrumento tecnológico: ordem e decisão nas operações estratégicas de manipulação das informações

30/11

Debate final: O que é a intervenção social no contexto do conhecimento teórico?