Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / Debate trata dos efeitos nocivos de drogas e outras substâncias à saúde masculina

Debate trata dos efeitos nocivos de drogas e outras substâncias à saúde masculina

O debate "Efeitos do Álcool, Drogas e Anabolizantes Esteroides na Saúde do Homem", organizado pelo Grupo de Estudo Saúde Masculilna e Androscience, será realizado no dia 30 de novembro, às 14h30.
Esteroides anabolizantes
Os malefícios do uso de anabolizantes esteroides por adolescentes e jovens adultos também serão debatidos no encontro

Para encerrar o Novembro Azul, dedicado à conscientização sobre o câncer de próstata e a saúde em geral do homem, o IEA sedia no dia 30, às 14h30, o debate Efeitos do Álcool, Drogas e  Anabolizantes Esteroides na Saúde do Homem, organizado pelo Grupo de Estudos em Saúde Masculina, com apoio da Androscience.

O encontro abordará as principais questões sobre os efeitos nocivos dessas substâncias para a saúde do homem, bem como estratégias para lidar com essa situação tão presente na cultura dos pais, adolescentes, universitários e adultos jovens da sociedade brasileira e mundial", explica o médico Jorge Hallak, professor da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e coordenador do grupo de estudos.

A participação presencial é gratuita e aberta ao, mediante inscrição prévia. Para assistir ao evento ao vivo pela internet não é preciso se inscrever.

Hallak fará a exposição introdutória do tema, que será seguida de debate com Arthur Guerra e Elaine Frade Costa, professores da FMUSP, Thiago Afonso Teixeira, professor da Curso de Medicina da Unifap e integrante do IEA, e Gisele Alves, do Instituto Ayrton Senna.  A mediação será da jornalista Roxane Ré, apresentadora do "Jornal da USP no Ar" na Rádio USP (93,7 FM).

O coordenador do grupo de estudos ressalta que "assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar pra todos, em todas as idades" é um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela ONU, incluindo-se nele "estratégias de intensificação da informação e educação em saúde sexual e reprodutiva até 2030".

Desafio crescente

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a ingestão de substâncias nocivas entre os adolescentes e adultos jovens é um desafio crescente na maioria dos países em todos os continentes, afirma Hallak. "A promoção sistêmica de hábitos saudáveis combinados a medidas preventivas durante a gravidez pelos pais e depois pelos filhos na adolescência se fazem imprescindíveis para a prevenção de doenças na idade adulta, bem como para a gerações futuras."

Nesse âmbito, e mais especificamente no que se refere ao 1,2 bilhão de adolescentes em todo o mundo - "pais e mães em potencial" -, Hallak destaca a urgência expressa pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em relação a:

  • prevenção de ao menos seis categorias comportamentais prejudiciais e líderes em matéria de causas de morte, doenças e/ou incapacidades prematuras dentre a população jovem, com destaque para o uso nocivo e abuso do consumo de álcool, drogas naturais, drogas sintéticas, anabolizantes esteroides e outras substâncias nocivas;
  • necessidade de práticas e políticas educacionais, públicas e privadas, que abracem a “causa da saúde do adolescente” como uma área especializada inserida em ambiente escolar e universitário.

 


Efeitos do Álcool, Drogas e Anabolizantes Esteroides na Saúde do Homem
30 de novembro, 14h30
Sala Alfredo Bosi, rua da Praça do Relógio, 109, térreo, Cidade Universitária, São Paulo
Evento gratuito e aberto a todos os interessados, mediante inscrição prévia
Transmissão ao vivo pela internet (sem necessidade de inscrição)

Mais informações: Sandra Sedini (sedini@usp.br), telefone (11) 3091-1678
Página do evento

Foto: Russell Bernice/Wikimedia