Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / Seminário apresenta estudo sobre determinantes da produtividade no Brasil

Seminário apresenta estudo sobre determinantes da produtividade no Brasil

Seminário no dia 9 de dezembro, às 14h, abordará os estudos presentes no segundo volume da obra "Produtividade no Brasil", publicada pela ABDI e pelo IPEA.

AO VIVO

O aumento da produtividade no Brasil no longo prazo está condicionado à ampliação de investimentos em tecnologia e informação, infraestrutura, qualificação da mão de obra e à melhora do ambiente de negócios. Esse é o principal diagnóstico do segundo volume da obra "Produtividade no Brasil: Desempenho e Determinantes", publicado recentemente pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e  pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Capa de "Produtividade no Brasil" — 2º volume

Os principais aspectos discutidos nos 19 capítulos (escritos por 37 pesquisadores) do volume serão apresentados por Fernanda De Negri, economista do Ipea e coorganizadora do trabalho, em seminário no IEA no dia 9 de dezembro, às 14h30, organizado pelo Grupo de Pesquisa Observatório da Inovação e Competitividade/NAP (OIC). A coordenação do evento será de Mario Salerno, coordenador do OIC.

Em abril, também em seminário organizado pelo OIC, Fernanda fez exposição sobre o primeiro volume do estudo, dedicado à dinâmica do produtividade no Brasil.

Relacionado

Evento: Produtividade no Brasil: Desempenho e Determinantes
9 de abril de 2015

Midiateca

Notícia

Na apresentação do segundo volume, o presidente do Ipea, Jessé Souza, recorda que a necessidade de elaborar estudos mais aprofundados sobre a produtividade brasileira, sua evolução e seus fatores determinantes começou a ser discutida no final de 2012 pela ABDI e pelo Ipea.

Naquele momento, destaca Souza, "vários economistas já apontavam que os indicadores de produtividade tinham reduzido sua velocidade de expansão e que a retomada do crescimento econômico dependeria, cada vez mais, da evolução dessa variável".

Simultaneamente, ganhou força no governo o entendimento de que "a manutenção e o aprofundamento das conquistas sociais obtidas na década anterior, além de serem cruciais, dependeriam de maiores ganhos de eficiência e produtividade".

No entanto, comenta Souza, mais do que elaborar um diagnóstico a respeito da evolução da produtividade, seria necessário avançar na identificação das causas de seu baixo crescimento e buscar as razões mais profundas e estruturais da baixa produtividade brasileira, cujo desempenho no país preocupa os economistas há mais de 30 anos. Só dessa forma será possível formular políticas públicas voltadas ao aumento da produtividade, segundo o presidente do Ipea.


Produtividade no Brasil
9 de dezembro, 14h30
Sala de Eventos do IEA, rua Praça do Relógio, 109, bloco K, 5° andar, Cidade Universitária, São Paulo
Evento gratuito, aberto ao público e sem necessidade de inscrição – Transmissão ao vivo pela internet
Informações: Sandra Sedini (sedini@usp.br) telefone (11) 3091-1678
Ficha do evento: www.iea.usp.br/eventos/produtividade-no-brasil-segundo-volume