Você está aqui: Página Inicial / EVENTOS / Liberdade Acadêmica e Diversidade de Pensamento na Educação Brasileira Hoje

Liberdade Acadêmica e Diversidade de Pensamento na Educação Brasileira Hoje

por Janaina Abreu Oliveira - publicado 12/11/2020 15:25 - última modificação 26/11/2020 17:07

Detalhes do evento

Quando

de 03/12/2020 - 16:00
a 04/12/2020 - 18:00

Onde

ON-LINE

Nome do Contato

Adicionar evento ao calendário

O tema e o problema da liberdade e diversidade de pensamento na educação superior e básica brasileira se apresentam como inadiáveis. Sabemos que tal questão repercute, de forma tão ou mais grave, no debate público nacional e, por isto, as instituições acadêmicas são chamadas às suas responsabilidades, num momento delicado da vida nacional.

Não é segredo que o diálogo entre fronteiras ideológicas se deteriora a passo rápido no Brasil e no mundo, e que isso apresenta graves desafios para um debate produtivo em diversos âmbitos da vida social. Seria ingenuidade crer que a universidade está insulada contra os efeitos deletérios dessa situação. Os sinais, de que há qualquer coisa fora do lugar, vêm de toda a parte e vão deixando, pouco a pouco, um rastro de evidências.

Estes sinais podem ser encontrados nas salas de aula, num estúdio de jornalismo ou redação de jornal, nas ouvidorias das instituições públicas e privadas, nos anais de uma delegacia de polícia e até mesmo num prontuário de hospital. Apesar das ressalvas que se possam fazer ao caráter anedótico desses relatos, eles são, de todo modo, preocupantes e, do ponto de vista científico, servem como sinal incontroverso de que há um problema real a ser abordado.

Uma abordagem aproximativa, de fato, já se materializa por meio de movimentos, jornalistas e formadores de opinião, trazendo parte significativa da sociedade civil para o debate. Embora dentro da academia alguns pesquisadores também tenham começado a enfrentar a situação, isso tem ocorrido, por enquanto, de forma residual e espontânea. Os diagnósticos que temos até aqui, portanto, são pontuais, pouco sistematizados e algumas vezes comprometidos com interesses pouco científicos.

Diante de um cenário como este, o que fazer?

Sem dúvida alguma é preciso enfrentar este desafio, antes que soluções aventureiras passem a ser estimuladas e adotadas. Embora a maior parte das nossas instituições de ensino superior já se coloque – ao menos nominalmente – a favor da pluralidade intelectual e da liberdade de pensamento, a ausência de estudos coordenados sobre o tema torna virtualmente impossível determinar quais dessas instituições, efetivamente, se aproximam de um padrão de “melhores práticas” no cultivo desses princípios. É preciso abrir campos de diálogo e investigação orientada. Sendo a liberdade de expressão, a diversidade de pensamento e a discordância construtiva alguns dos pilares fundamentais tanto para a manutenção de um regime democrático plural quanto para o progresso da ciência e da educação, a urgência deste debate se impõe.

O objetivo dessa proposta de seminário é reunir alguns dos poucos pesquisadores brasileiros que produziram estudos, obras e reflexões mais organizadas sobre essas questões, tendo em vista a necessidade de ampliar a discussão da problemática da liberdade de pensamento e da diversidade ideológica na educação brasileira. Esta temática já é bastante discutida nos países de língua inglesa, consolidando-se como legítima área de inquérito científico. No contexto nacional, infelizmente, ela tem recebido pouca atenção acadêmica mais especializada. Esperamos, então, que o seminário proposto possa servir para começarmos a suprir essa falta.

Mediação:

Hamilton Varela (Prof. Titular do IQSC-USP)

Fernando José Coscioni (Doutor em Geografia Humana pela USP)

Debatedor:

Rafael Ruiz (Prof. do Depto. de História da UNIFESP)

Inscrições

Evento público e gratuito | Sem inscrição prévia

Organização

Grupo Liberdade USP

Evento com transmissão em: http://www.iea.usp.br/aovivo

Programação