Você está aqui: Página Inicial / EVENTOS / Reverdejar - As Plantas Moldando o Território

Reverdejar - As Plantas Moldando o Território

por Cláudia Regina - publicado 02/12/2021 11:10 - última modificação 15/09/2022 09:06

Detalhes do evento

Quando

de 22/09/2022 - 09:00
a 23/09/2022 - 12:00

Onde

ON-LINE

Nome do Contato

Telefone do Contato

11 3091-1686

Adicionar evento ao calendário

Nas últimas décadas, tem ganhado força em diversas áreas de estudos uma nova abordagem que reconhece inteligência, sensibilidade, pensamento e capacidade de comunicação às plantas nas suas relações com os seres humanos, sobretudo através dos conhecimentos e protagonismo de comunidades indígenas e quilombolas no Brasil, e da agência das mulheres. Essa chamada “virada vegetal” está na pauta de uma nova visão historiográfica, ligada à re-existência de fatores de longa duração no nosso território, na sua diversidade e ancestralidade. Reconhecendo a relevância incontestável desta temática nas discussões sobre uma ecologia decolonial, bem como os aportes de obras literárias nacionais e internacionais de artistas contemporâneos, e ainda de pesquisas acadêmicas desenvolvidas em todos os níveis, o encontro pretende colaborar para engajar no debate a História da Arte, da Arquitetura e do Território, juntamente com a arqueologia, a botânica e a antropologia.

 

À memória do geólogo Charles Daniel Mergulhão de Araujo (1947-2022)

Inscrições

Evento público e gratuito | sem inscrição prévia

Não haverá certificação

Organização

Programação

22/09

 

9h

Abertura:

Marina Massimi (IEA-USP); Luciano Migliaccio (IEA-USP, FAU-USP-FAPESP) e Renata Martins (IEA-USP, FAU-USP-FAPESP)

 

Mesa 1

A Planta das Povoações da Amazônia - Renata Malcher de Araújo (Universidade do Algarve/CHAM, Centro de Humanidades, FCSH-UNL)

Rotas da colonização alimentar na Amazônia: biodiversidade e territorialidade em uma História Indígena de longa duração (1.000-1.900 AD) - Laura Pereira Furquim (MAE-USP)

"Nós viemos em substituição aos nossos primeiros que fincavam morada por causa dos castanhais": a importância dos castanhais na mobilidade territorial dos Zo`é - Leonardo Viana Braga (FFLCH-USP)

Debatedoras:

Giovanna Flameschi Angeloni (Abya-Yala JP2 FAU-USP/FAPESP), Isabelle Mendonça de Carvalho (Abya-Yala JP2 FAU-USP/FAPESP - mestrado) e Mônica Bertoldi André (Abya-Yala JP2 FAU-USP/FAPESP - mestrado)


 

Mediadora: Cristiana Nunes Galvão de Barros Barreto (Museu Paraense Emílio Goeldi – MPEG / MAE-USP / FAU-USP-FAPESP)

 

 

23/09

Abertura: Luciano Migliaccio e Renata Martins (IEA-USP, FAU-USP-FAPESP)

9h

Mesa 2

Expositores:

Yvy nhande mbaè. "A terra é nossa" - Xadalu Tupã Jekupé (artista visual urbano, Porto Alegre)

As Plantas sobem e descem o Rio Amazonas no passado e no presente: o vai e vem das cuias e das cuieiras - Anderson Márcio Amaral Lima (Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, Tefé, Amazonas / Projeto JP2 FAPESP / FAU-USP) e Georgea Layla Holanda de Araújo (Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, Tefé, Amazonas / Projeto JP2 FAPESP / FAU-USP)

O corpo da roça, as plantas como calendário: territorialidade e ciclos socioecológicos entre os Krahô - Ana Gabriela Morim de Lima (FFLCH-USP)

Um Jatobá na Noruega: asilo político e desmatamento na Amazônia - Karen Gomes Shiratori (Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e FFLCH-USP)

Debatedores:

Anna Heloísa Segatta (FFLCH-USP / Abya-Yala JP2 FAU-USP/FAPESP), Luís Felipe Clemente Nunes (Abya-Yala JP2 FAU-USP/FAPESP) e Mônica Bertoldi André (Abya-Yala JP2 FAU-USP/FAPESP - mestrado)

Mediadora:

Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno (FAU-USP-FAPESP)

Evento com transmissão em: http://www.iea.usp.br/aovivo