Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / O mundo de jovens cuidadores informais e as políticas de assistência social

O mundo de jovens cuidadores informais e as políticas de assistência social

Conferência no dia 21 de outubro analisa atuação não reconhecida de um segmento de “crianças vulneráveis” que só aumenta globalmente.

Jovens cuidadores Cada vez mais crianças e jovens têm ocupado o tempo numa função que cresce em todo o mundo. Dezenas de milhões deles tornam-se cuidadores informais de membros mais velhos da própria família, muitas vezes, pais, avós ou parentes próximos que estão doentes, deficientes ou com necessidades de assistência, apoio e supervisão.

Os estudos na área, em especial em países como Reino Unido, Austrália, Estados Unidos e África subsaariana, mostram que há uma diversidade de políticas sociais evoluindo para dar apoio a esses jovens prestadores de assistência não remunerada. Porém, trata-se ainda de um mundo oculto, que carece de visibilidade global e de estudos sobre o tema.

O professor Saul Becker, pró-reitor da University of Birmingham, especialista mundial em pesquisas nesse campo, abordará o tema na conferência Jovens Cuidadores: Perspectivas Globais sobre o Papel das Crianças no Cuidado com suas Famílias, que acontece no dia 21 de outubro, na Sala de Eventos do IEA, das 9h30 às 12h. Ana Lydia Sawaya, coordenadora do Grupo de Pesquisa Nutrição e Pobreza do IEA e professora da Unifesp, será debatedora. A fala de Becker será em inglês, mas haverá tradução simultânea.

O trabalho de Becker tem influenciado o debate acadêmico e a implementação de políticas públicas e práticas que visam a responder às necessidades desses jovens cuidadores. Em sua fala, ele irá explorar os mundos ocultos de crianças que prestam assistência e cuidados a adultos, mostrando como e porque alguns países têm identificado e legislado essa atuação como a de um grupo específico que requer apoio e intervenção. Na maioria dos países, essas crianças e jovens permanecem ocultas, invisíveis e isoladas, com consequências negativas para suas vidas, famílias e a sociedade como um todo.

Os estudos na área sugerem que os cuidados informais fornecidos por jovens em países desenvolvidos e nações em desenvolvimento podem ser localizados ao longo de um fluxo contínuo de cuidado. Mostram também que esses jovens têm muito em comum, independentemente do local onde vivem ou como são desenvolvidos os sistemas de seguridade social de seus países. Sendo assim, há uma necessidade global de que esses jovens sejam reconhecidos, identificados, analisados e assistidos como um grupo distinto de "crianças vulneráveis".

A University of Birmingham, por meio de seu Institute of Advanced Studies,  está ligada à University-Based Institute of Advanced Studies (UBIAS), uma rede que congrega institutos de estudos avançados de 34 universidades ao redor do mundo da qual o IEA faz parte. Criada em 2010, a rede busca promover o intercâmbio científico entre gerações,disciplinas, culturas e continentes

O conferencista

Além de pró-reitor, Saul Becker também exerce as funções de diretor da Faculdade de Ciências Sociais e professor de política social e serviço social na  University of Birmingham. Como vice-reitor, responde pelas relações institucionais e pela definição e execução de estratégias de pesquisa e ensino.

Ocupou cargos nas universidades de Loughborough e Nottingham, no Reino Unido. Foi presidente da Associação de Política Social do Reino Unido por quatro anos. É Fellow da Academia de Ciências Sociais do Reino Unido e da Royal Society of Arts. Editor fundador da série de livros “Understanding Welfare: Social issues, policy and practice series”, editado pela Policy Press da Universidade de Bristol, Reino Unido.

Foto: Produnis/Publicado na Nursing Wiki


Jovens Cuidadores: Perspectivas Globais sobre o Papel das Crianças no Cuidado com suas Famílias

21 de outubro, das 9h30 às 12h
Sala de Eventos do IEA, rua Praça do Relógico, 109, bloco K, 5º andar, Cidade Universitária, São Paulo
Eventos gratuito e aberto ao público, sem inscrição prévia – Transmissão ao vivo pela web
Informações: Sandra Sedini (sedini@usp.br), telefone (11) 3091-1678 
Ficha dos evento: http://www.iea.usp.br/eventos/children-who-care