Você está aqui: Página Inicial / PESQUISA / Grupos Anteriores / História das Ideologias e das Mentalidades

História das Ideologias e das Mentalidades

por Marilda Gifalli - publicado 01/07/2013 09:50 - última modificação 15/08/2014 17:13

O Grupo de Estudos sobre História das Ideologias e das Mentalidades responde a uma das opções prioritárias estabelecidas, desde 1987, pelo Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo.

A sua natureza é interdisciplinar. Concorrem para a sua constituição atual professores de várias disciplinas das Ciências Humanas: História Contemporânea, História do Brasil, Crítica de Cultura, Literatura Brasileira, Teoria Literária, Sociologia, Teoria Política, História da Música Brasileira, História da Arquitetura no Brasil e na América Latina.

Para o biênio 1988-89, o tema a ser desenvolvido é o daHistoricidade da questão nacional. Trata-se de um ponto de convergência de diversos estudiosos que vêm enfrentando problemas conceituais e históricos ligados à crise do sistema colonial, ao processo da independência, ao período de consolidação das formações nacionais latino-americanas durante o século XIX e ao movimento de autonomização do século XX.

O Grupo foi coordenado pelos professor Carlos Guilherme Mota e contou com os seguintes membros: Octavio Ianni, Maria Yedda Linhares Rodrigues, Michel Debrun, José Paulo Paes, Benedicto Lima de Toledo, Arnaldo D. Contier, Davi Arrigucci Júnior, Roberto Schwarz e Roberto Ventura.

Relacionado

ARTIGO E CONFERÊNCIA

Revista Estudos Avançados, vol. 3, n. 7

  • Renascimento Urbano na Itália e Calvino: Tempo e Obra

No dia 1° de abril de 2002, os professores Denis Crouzet e Elisabeth Crouzet-Pavan, da Universidade de Paris 4 (Sorbonne), participaram de um "Café Acadêmico" do Programa de Pós-Doutorado História das Idéias Contemporâneas, coordenado pelo historiador Carlos Guilherme Mota, primeiro diretor e atualmente professor honorário do IEA.

A professora Crouzet-Pavan expôs as idéias de seu último livro "Enfer et Paradis", sobre o Renascimento urbano na Itália, e o professor Crouzet discutiu seu último trabalho: "Calvino: Tempo e Obra". Além dos alunos do programa, participou da discussão o professor Antonio Maspoli, diretor da Escola de Teologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, que propiciou a vinda dos dois pesquisadores a São Paulo.