Você está aqui: Página Inicial / PESQUISA / Projetos Especiais / Biota Síntese

O projeto

por Fernanda Rezende - publicado 18/08/2023 14:55 - última modificação 18/08/2023 15:01

Veja também

Equipe

Site do Biota Síntese

“Núcleo de Análise e Síntese de Soluções Baseadas na Natureza”, o Biota Síntese tem como objetivo apoiar o estado de São Paulo no desenvolvimento de políticas públicas socioambientais relacionadas à sustentabilidade agrícola, restauração ecológica, controle de zoonoses e prevenção de doenças em áreas urbanas, considerando soluções essencialmente baseadas na natureza.

O Núcleo reúne pesquisadores de cinco universidades, sete institutos de pesquisa do estado de São Paulo e quatro organizações não governamentais, além de técnicos e tomadores de decisão das secretarias estaduais do Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, Saúde Pública e Agricultura. O Núcleo está sediado no Instituto de Estudos Avançados da USP e é financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, Fapesp, por 5 anos, de 2022 a 2026.

Foco e apresentação do problema

O objetivo do Núcleo é fomentar pesquisas voltadas para a síntese de conhecimentos relacionados a "soluções baseadas na natureza", permitindo orientar políticas socioambientais, públicas e privadas.

Esta proposta está organizada em duas missões principais (promover a sustentabilidade em áreas rurais e urbanas), quatro desafios temáticos (Polinização e controle de pragas, Restauração e economia de base florestal, Regulação de doenças zoonóticas e Prevenção de doenças crônicas não transmissíveis e mentais nas cidades), um grande desafio (mudanças climáticas) e um desafio transversal (estabelecimento de políticas públicas eficazes).

Consideramos explicitamente as demandas das secretarias de Infraestrutura e Meio Ambiente, Saúde e Agricultura do estado de São Paulo, buscando as melhores soluções baseadas em serviços ecossistêmicos, e sempre embasadas nas melhores evidências científicas existentes.

Seguindo os princípios da ciência da síntese, nossa abordagem se baseia na análise, modelagem e síntese de dados predominantemente já existentes e no trabalho de equipes compostas por diversos atores, que atuam de forma transdisciplinar, colaborativa, inclusiva e de forma transparente.