Você está aqui: Página Inicial / MIDIATECA / Vídeos

Vídeos

por admin - publicado 01/08/2013 15:25 - última modificação 31/07/2020 09:31

As opiniões expressas por expositores, debatedores e outros participantes dos eventos não representam necessariamente o posicionamento do IEA sobre os temas abordados.

Apresentação do Relatório de Recomendações para o Enfrentamento ao Discurso de Ódio e ao Extremismo no Brasil

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/09/2023 17:50

Discursos de ódio e extremismos são algumas das maiores ameaças contemporâneas às democracias. Diante do problema, o governo federal, por meio do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, comissionou um grupo de trabalho formado por profissionais da academia, da sociedade civil, do governo e colaboradores externos, para propor estratégias de combate ao fenômeno. Depois de quatro meses e quinze reuniões de trabalho, o relatório divulgado em julho de 2023 traz medidas de prevenção, de acolhimento de vítimas e de respostas de todos os poderes públicos ao problema. Este evento debateu sobre esse relatório.

Apresentação do Relatório de Recomendações para o Enfrentamento ao Discurso de Ódio e ao Extremismo no Brasil - Leia mais…

O Jornalismo Brasileiro na Última Década: Crise, Diversidade e Inovação

por Sergio R V Bernardo — última modificação 25/09/2023 17:50

Este seminário no IEA debateu algumas das mudanças na cobertura jornalística brasileira nos últimos 10 anos, tendo como ponto de partida as jornadas de junho de 2013. Não há consenso sobre a influência daqueles protestos, apesar de alterações marcantes na última década, entre as quais a violência contra profissionais, a descredibilização da imprensa e a ascensão de veículos de extrema direita. Por outro lado, em parte em decorrência da crise mercadológica e ideológica do setor, novos veículos e projetos independentes têm trazido uma diversidade de atores, temas e olhares que refletem na melhor compreensão sobre a diversidade do público, com melhores efeitos sobre a produção dos conteúdos. A avaliação é dos organizadores do seminário. Para eles, o momento é de entender os modos de produção da atividade capazes de ajudar na recuperação da credibilidade e atratividade do jornalismo.

O Jornalismo Brasileiro na Última Década: Crise, Diversidade e Inovação - Leia mais…

Tecnologia e Saúde: Telemedicina e Inteligência Artificial

por Sergio R V Bernardo — última modificação 25/09/2023 16:09

O professor titular do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG, Antonio Luiz Pinho Ribeiro, fez uma conferência online sobre a experiência de telessaúde e inteligência artificial daquela universidade mineira. Segundo os organizadores do encontro, a capacidade de identificar, prevenir e tratar doenças teve grande impulso nas últimas décadas devido aos avanços tecnológicos, agora ampliados com as tecnologias digitais e a inteligência artificial. No entanto, o impacto das soluções digitais na melhoria da saúde das pessoas e populações permanece incerto, pois ao lado das perspectivas de benefícios há riscos e desafios não desprezíveis.

Tecnologia e Saúde: Telemedicina e Inteligência Artificial - Leia mais…

História da Ciência ou História do Pensamento Econômico? Mineração, Moeda e Engenheiros (1790-1830)

por Sergio R V Bernardo — última modificação 08/08/2023 09:52

Nesta conferência, o historiador Télio Cravo trata da associação entre economia política e mineração durante as invasões napoleônicas. O período foi marcado por incertezas políticas, suspensão do padrão-ouro pela Inglaterra em 1797, redefinição da prata, ouro e diamante como parte do conjunto de políticas de Estado, integradas e voltadas para a defesa da riqueza nacional, e retorno do padrão-ouro em 1821. Cravo destaca a íntima ligação entre o pensamento político-econômico do mundo da engenharia e os minerais, a fim de analisar como as ideias dos engenheiros estavam conectadas à historicidade da interação entre mercado, colonialismo e o Estado-nação.

História da Ciência ou História do Pensamento Econômico? Mineração, Moeda e Engenheiros (1790-1830) - Leia mais…

Para Além da Análise Superficial no Saneamento Básico

por Sergio R V Bernardo — última modificação 25/09/2023 17:50

O objetivo deste simpósio foi propiciar um diálogo entre os pesquisadores do Centro de Síntese USP Cidades Globais (CSUSPCG-IEA), para além da análise superficial no Saneamento Básico, com os pesquisadores Paula Pollini, do Instituto Água e Saneamento (IAS), Rodrigo de Pinho Bertoccelli, do Escritório Felsberg Advogados e Alejandro Jorge Dorado, pesquisador colaborador do CSUSPCG-IEA, sobre a proposta de prestação regionalizada apresentada pela Lei nº 17.383/21 e as consequências para os Municípios de pequeno e médio porte. Importante observar as suas especificidades, sobretudo a escassez hídrica, para a geração de ganhos de escala e para a garantia da universalização e da viabilidade técnica e econômico-financeira dos serviços, como previsto na Lei nº 11.445/2007.

Para Além da Análise Superficial no Saneamento Básico - Leia mais…

Para Além da Análise Superficial no Saneamento Básico

por Sergio R V Bernardo — última modificação 08/08/2023 09:36

O objetivo do simpósio foi propiciar um diálogo entre os pesquisadores do Centro de Síntese USP Cidades Globais com Paula Pollini, do Instituto Água e Saneamento (IAS), Rodrigo de Pinho Bertoccelli, do Escritório Felsberg Advogados, e Alejandro Jorge Dorado, do próprio centro, sobre a prestação regionalizada de saneamento básico no estado de São Paulo - prevista na apresentada pela Lei 17.383/21 - e as consequências disso para os municípios de pequeno e médio porte. Os pesquisadores ressaltam que é necessário observar as especificidades desses municípios, sobretudo a escassez hídrica, para a geração de ganhos de escala e para a garantia da universalização e da viabilidade técnica e econômico-financeira dos serviços, como previsto na Lei Federal 11.445/2007.

Para Além da Análise Superficial no Saneamento Básico - Leia mais…

Tríade das Inteligências Individuais, Sociais e Artificiais

por Sergio R V Bernardo — última modificação 25/08/2023 10:41

Os cientistas da computação Silvio Meira e André Neves, ambos da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), foram os expositores neste seminário no dia 1º de agosto. Eles falaram sobre a evolução da inteligência artificial (IA) generativa, abordando sua crescente presença em diversas áreas. Destacacaram a importância de um entendimento aprofundado dessa tecnologia, considerando seus aspectos técnicos e, especialmente, suas implicações éticas e humanas.

Tríade das Inteligências Individuais, Sociais e Artificiais - Leia mais…

Scientific Diversity and Open Science

por Sergio R V Bernardo — última modificação 08/08/2023 09:16

Neste evento, o filósofo da ciência Kevin C. Elliott apresenta os resultados de sua pesquisa colaborativa recente com mais de 3.500 cientistas para investigar os fatores que dificultam a presença da diversidade na ciência. Também comenta as razões éticas e epistêmicas para se promover a diversidade na comunidade científica. Em relação à ciência aberta, Kevin discutiu como ela pode se aproximar melhor de não especialistas, além de comentar os múltiplos sentidos, razões e limites que o valor da transparência adquire nesse contexto.

Scientific Diversity and Open Science - Leia mais…

Great Power Competition and Regional Orders: Past, Present and Future

por Sergio R V Bernardo — última modificação 08/08/2023 09:18

A ofensiva russa contra a Ucrânia no início de 2022 marcou o fim de um longo período de paz entre as grandes potências globais e o início de uma nova Guerra Fria. Ainda que assuma formas diferentes daquelas do período de conflito entre EUA e URSS, a competição entre as grandes potências está novamente determinando os caminhos da política internacional. Como esses novos conflitos afetam a estabilidade regional e quais as ferramentas para compreender as novas dinâmicas são algumas das questões suscitadas pelo novo cenário que se apresenta.

Great Power Competition and Regional Orders: Past, Present and Future - Leia mais…

Inteligência Artificial

por Sergio R V Bernardo — última modificação 13/07/2023 10:51

A partir da identificação de alguns conceitos centrais que permeiam as múltiplas definições de “inteligência”, Carlos Irineu da Costa discute o que nos torna “humanos”. Ele considera que é preciso pensar o humano como “um ser-no-mundo único por sua capacidade de estruturação de múltiplos sistemas simbólicos”, e que é, ao mesmo tempo, apenas outro “operador no mundo”. Além disso, ele acrescenta que qualquer debate sobre a inteligência deve levar em consideração a noção de proprioceptividade (capacidade do indivíduo em reconhecer a localização e orientação espacial de seu corpo, ação dos músculos e posição de cada parte em relação às demais). Diante desses fatores, ele questiona se as máquinas consideradas inteligentes são operadores em interação autônoma com o mundo ou apenas novas ferramentas do home faber.

Inteligência Artificial - Leia mais…

A Afirmação e a Garantia de Direitos a Partir de Experiências nos Territórios

por Sergio R V Bernardo — última modificação 13/07/2023 11:10

Seminário reuniu especialistas para rodas de conversa sobre experiências práticas e territoriais de percursos de direitos produzidos em rede, serviços e mecanismos de participação social e sobre os projetos do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Políticas Públicas de Saúde Mental (Grippisam) do IEA. Foram discutidos três temas a partir da afirmação de direitos que precisam ser defendidos, promovidos e garantidos em saúde mental, com a apresentação, em cada caso, das pesquisas concluídas ou em curso. Os temas foram: Direito à Equidade: Experiências de Enfrentamento do Racismo; Direito ao Trabalho Solidário: Experiências de Trabalho e Renda; e Direito à Moradia Digna: Experiências de Habitar a Cidade.

A Afirmação e a Garantia de Direitos a Partir de Experiências nos Territórios - Leia mais…

From Urban Green Sacrifice Zones to Climate Justice

por Sergio R V Bernardo — última modificação 13/07/2023 11:05

Isabelle Anguelovski, da Universidade Autônoma de Barcelona, Espanha, apresentará suas mais recentes pesquisas sobre o tema da justiça ambiental e climática no contexto do desenvolvimento urbano desigual e do esverdeamento das cidades. Uma das cientistas mais citadas do mundo na área de estudos urbanos e planejamento, Anguelovski tem se dedicado às pesquisas sobre a interface entre políticas e planejamentos climáticos urbanos, a desigualdade social e o desenvolvimento, bem como sobre as desigualdades ambientais e a gentrificação verde.

From Urban Green Sacrifice Zones to Climate Justice - Leia mais…

Em Busca da Autossuficiência do Brasil em Vacinas - Parte 2 de 2

por Jorge Paulo Soares — última modificação 29/01/2024 10:54

Analisar o segmento de vacinas no Brasil, a capacidade disponível e as perspectivas dos agentes envolvidos, considerando a resposta à Covid-19, foram os propósitos deste seminário. Ao promover o encontro de pesquisadores, especialistas, Ministério da Saúde, laboratórios nacionais produtores, setor privado, sociedade civil e gestores públicos, o evento contribuiu com o diagnóstico de desafios, potencialidades e questões de pesquisa estratégicas para que o Brasil alcance a desejada autossuficiência no desenvolvimento e produção de imunizantes.

Em Busca da Autossuficiência do Brasil em Vacinas - Parte 2 de 2 - Leia mais…

Em Busca da Autossuficiência do Brasil em Vacinas - Parte 1 de 2

por Jorge Paulo Soares — última modificação 29/01/2024 10:52

Analisar o segmento de vacinas no Brasil, a capacidade disponível e as perspectivas dos agentes envolvidos, considerando a resposta à Covid-19, foram os propósitos deste seminário. Ao promover o encontro de pesquisadores, especialistas, Ministério da Saúde, laboratórios nacionais produtores, setor privado, sociedade civil e gestores públicos, o evento contribuiu com o diagnóstico de desafios, potencialidades e questões de pesquisa estratégicas para que o Brasil alcance a desejada autossuficiência no desenvolvimento e produção de imunizantes.

Em Busca da Autossuficiência do Brasil em Vacinas - Parte 1 de 2 - Leia mais…

O Acesso Acadêmico a Dados de Mídias Sociais

por Sergio R V Bernardo — última modificação 25/08/2023 10:49

No seminário, o deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP) apresentou os principais aspectos do Projeto de Lei 2.630, do qual é relator. A proposta é inspirada em legislação da União Europeia e prevê garantias para que acadêmicos tenham acesso a dados das plataformas de mídia social, respeitado o equilíbrio entre a proteção de dados pessoais, a proteção de segredos comerciais e a pesquisa científica de interesse público. Desde o escândalo da Cambridge Analytica, em 2016, as plataformas de mídia social têm reduzido o acesso aos dados. Recentemente, a Meta (Facebook) anunciou o fechamento da ferramenta Crowdtangle e o Twitter também fechou o acesso a dados de interesse acadêmico.

O Acesso Acadêmico a Dados de Mídias Sociais - Leia mais…

Como Regular a Cannabis: Um Guia Prático

por Sergio R V Bernardo — última modificação 05/07/2023 10:21

Evento de lançamento da edição em português do livro “Como Regular a Cannabis: Um Guia Prático”, referência mundial produzida pela organização britânica Transform Drug Policy Foundation e lançado agora no Brasil pela Plataforma Justa. O guia sistematiza os principais aprendizados decorrentes das experiências de regulação da cannabis já colocadas em prática ao redor do mundo, apontando os acertos e gargalos vivenciados. No Brasil, há basicamente duas grandes preocupações em relação ao tema: o risco de captura corporativa do processo regulatório e a ausência de centralidade da pauta da justiça social e reparação histórica.

Como Regular a Cannabis: Um Guia Prático - Leia mais…

“Como Será o Amanhã”: Afrofuturismos e a Redescoberta dos Quilombos e das Cidades como Laboratórios de Experimentação Cultural e Criativa

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/09/2023 15:51

O Eixo Cultura e Artes do Programa Eixos Temáticos – USP realizou o V Fórum Permanente de Cultura e Artes (ProETUSP) buscando expandir nossas possibilidades de compreender as dimensões dos afrofuturismos e suas implicações para as reflexões sobre políticas culturais e processos artísticos. O projeto afrofuturista se baseia na compreensão do futuro como tecnologia ancestral e, por isso, busca estimular um movimento de valorização das culturas africanas e diaspóricas.

“Como Será o Amanhã”: Afrofuturismos e a Redescoberta dos Quilombos e das Cidades como Laboratórios de Experimentação Cultural e Criativa - Leia mais…

Regulação da IA: Como as Experiências de Outros Países e Regiões Podem Ajudar o Brasil?

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/09/2023 16:32

Ao redor do mundo, diferentes abordagens para a regulação da Inteligência Artificial (IA) estão em discussão. Diante de referenciais distintos, cabe indagar: quais elementos das experiências regulatórias e dos debates em andamento em outros países e regiões do mundo podem auxiliar o Brasil a desenvolver uma abordagem regulatória capaz de encorajar tanto o desenvolvimento da IA em solo nacional, quanto a utilização responsável dessa tecnologia? O principal objetivo dessa iniciativa foi criar espaços de troca entre pesquisadores e representantes do setor privado para, juntos, refletirem sobre soluções regulatórias em favor da maximização dos benefícios da IA, minimização de riscos e prevenção dos danos associados à sua aplicação.

Regulação da IA: Como as Experiências de Outros Países e Regiões Podem Ajudar o Brasil? - Leia mais…

Memórias e Saberes Psicológicos Tradicionais no Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais

por Sergio R V Bernardo — última modificação 04/07/2023 08:56

O seminário apresentou pesquisas que focalizaram a compreensão de saberes, memórias, tradições e práticas populares de saúde em comunidades do Alto Vale do Jequitinhonha. Nos estudos, foi possível apreender saberes psicológicos centenários a partir do enfoque em três momentos significativos para a vida pessoal e comunitária: nascimento, adoecimento e luto.

Memórias e Saberes Psicológicos Tradicionais no Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais - Leia mais…

Mudanças Climáticas e o Decênio Decisivo

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/08/2023 11:48

Debate com o autor e historiador Luiz Marques O decênio decisivo reúne uma quantidade imensa de dados que estão na fronteira do conhecimento acerca dos impactos das mudanças climáticas sobre a vida na Terra, apontando o futuro mais do que preocupante que virá caso não se rompa com os pilares do capitalismo contemporâneo, e elencando as possibilidades de ação imediata para evitar que a catástrofe seja ainda maior. O momento presente é o mais crucial de nossa história como espécie, pois é agora que decidiremos, coletivamente, as chances de sobrevivência do projeto humano. As análises e propostas contidas neste livro basearam-se em dados, projeções e acontecimentos observados até setembro de 2022. Neste debate promovido pelo Grupo de Pesquisa Meio Ambiente e Sociedade, o autor e historiador Luiz Marques buscará situar as principais ideias trazidas no seu livro “O decênio decisivo” (Elefante Editora) para pensarmos, coletivamente, as barreiras e oportunidades para lidarmos com a emergência climática.

Mudanças Climáticas e o Decênio Decisivo - Leia mais…

Distrito de Inovação no Estado de São Paulo: a Implantação do CITI SP - Centro Internacional de Tecnologia e Inovação

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/08/2023 11:50

O encontro apresentou os resultados dos estudos produzidos sobre Distritos de Inovação no âmbito de projeto Fipe-Fapesp e a implementação do Centro Internacional de Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo (Citi SP). Os participantes também discutiram as dimensões de CT&I, a concepção urbanística e a modelagem proposta para o projeto, considerando sua inserção na dinâmica global de inovação.

Distrito de Inovação no Estado de São Paulo: a Implantação do CITI SP - Centro Internacional de Tecnologia e Inovação - Leia mais…

Néolibéralisme et Question Constituante : les cas du Chili et de la France

por Sergio R V Bernardo — última modificação 04/07/2023 09:04

Les récentes expériences chiliennes et françaises de confrontation à l'hégémonie néolibérale ont montré deux points de convergence, qui ont été travaillés dans la conférence. D'une part, l'idée que la pluralité des luttes concerne le contenu démocratique lui-même, et non un affaiblissement organisationnel. D'autre part, le diagnostic selon lequel la cohésion néolibérale est de nature stratégique, basée sur des politiques de guerre civile et d'inimitié.

Néolibéralisme et Question Constituante : les cas du Chili et de la France - Leia mais…

Neoliberalismo e a Questão da Constituinte: os Casos do Chile e da França

por Sergio R V Bernardo — última modificação 04/07/2023 09:02

As recentes experiências chilena e francesa de confrontação à hegemonia neoliberal apresentaram dois pontos de congruência, que foram discutidos na conferência. De um lado, a noção de que a pluralidade das lutas diz respeito ao próprio conteúdo democrático, e não uma fragilização organizacional. De outro, o diagnóstico de que a coesão neoliberal é de natureza estratégica, nucleada em políticas de guerra civil e inimização.

Neoliberalismo e a Questão da Constituinte: os Casos do Chile e da França - Leia mais…

Cidades e Violência em Perspectiva

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/08/2023 12:34

Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 20,4% dos homicídios do mundo ocorreram no Brasil em 2020, sendo as principais vítimas homens jovens, pretos e pardos. Neste cenário, em que a violência urbana representa um dos principais desafios à sustentabilidade das cidades brasileiras, o evento tratou da criminalidade e das violações de direitos no contexto urbano e discutiu alternativas inovadoras para o enfrentamento do problema. Também foi formalizado um acordo de cooperação entre o Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da USP e o Centro de Síntese USP Cidades Globais do IEA para promover o desenvolvimento conjunto de projetos de pesquisa, comunicação científica e disseminação de conhecimento, além da transferência de tecnologias, com a abordagem de tópicos que consideram a intersecção entre a sustentabilidade urbana, a violência, a democracia e os direitos humanos.

Cidades e Violência em Perspectiva - Leia mais…

Impacto das Ciências Ambientais na Agenda 2030 da ONU: Prospectando Desafios para as Cidades Sustentáveis

por Sergio R V Bernardo — última modificação 04/07/2023 09:09

O evento discutiu o impacto da educação superior no crescimento socioeconômico. Os participantes abordaram métodos de avaliação e mensuração sistemática do ensino de pós-graduação enquanto promotor do desenvolvimento, no contexto da Agenda 2030. O simpósio foi organizado pelo Centro de Síntese USP Cidades Globais.

Impacto das Ciências Ambientais na Agenda 2030 da ONU: Prospectando Desafios para as Cidades Sustentáveis - Leia mais…

Auto-Organização e Complexidade Emergente: Como Construir um Ser Vivo sem um Manual de Instruções

por Sergio R V Bernardo — última modificação 04/07/2023 09:13

A conferência discutiu mecanismos de auto-organização e tratou de algumas das implicações da filosofia de design implícita em tais processos, que é fundamentalmente diferente daquela tipicamente usada para criar artefatos humanos. De acordo com os organizadores, entender quando e como ordem e complexidade surgem espontaneamente (em seres vivos, sociedades humanas ou mesmo em montes de areia) é um dos grandes desafios da ciência atual.

Auto-Organização e Complexidade Emergente: Como Construir um Ser Vivo sem um Manual de Instruções - Leia mais…

Jornalismo Científico: A Experiência da Editoria de Ciências do Jornal da USP

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/08/2023 12:17

O workshop tratou de experiências exitosas do jornalismo científico e de divulgação científica a partir do estudo do caso do Jornal da USP. Foram discutidas e expostas maneiras de estabelecer a comunicação jornalística e a divulgação científica, e a estrutura básica do texto jornalístico. Também foi abordada a possibilidade de divulgação científica na seção “Artigos” do jornal. O objetivo do evento foi mostrar a comunicação como algo fundamental para alcançar objetivos sociais e governamentais, além de discutir e refletir maneiras de estabelecer a comunicação jornalística e a divulgação científica a partir das práticas científicas, na medida em que a própria comunicação se insere na significação dos significados.

Jornalismo Científico: A Experiência da Editoria de Ciências do Jornal da USP - Leia mais…

Lançamento do Livro 'Reescrevendo Decisões Judiciais em Perspectivas Feministas: A Experiência Brasileira'

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/08/2023 10:53

As autoras do livro "Reescrevendo Decisões Judiciais em Perspectivas Feministas: A Experiência Brasileira" apresentaram e discutiram o projeto que deu origem à obra. Em desenvolvimento desde agosto de 2021, o trabalho envolveu professoras, pesquisadoras e estudantes do direito de diversas instituições com o objetivo de reescrever decisões judiciais proferidas por tribunais brasileiros, utilizando abordagens teóricas e métodos jurídicos feministas e antirracistas. Os cinco capítulos da obra oferecem conceitos, análises e reflexões de contexto para o projeto, além de 22 textos com as decisões reescritas. A expectativa é que o livro conduza estudantes e profissionais da área jurídica a reconhecer a riqueza e a complexidade dessas abordagens, utilizando-as nos casos que chegam à justiça todos os dias.

Lançamento do Livro 'Reescrevendo Decisões Judiciais em Perspectivas Feministas: A Experiência Brasileira' - Leia mais…

As Humanidades ante o Antropoceno (Quinta Conversa)

por Sergio R V Bernardo — última modificação 13/06/2023 08:11

Arilson Favareto (UFABC/Cebrap) e Estela Neves (UFRJ) foram os convidados da quinta conversa coordenada por José Eli da Veiga sobre seu mais recente livro: "O Antropoceno e as Humanidades". A obra discute os posicionamentos das Humanidades sobre a proposta de definir como Antropoceno a atual época geológica da Terra, posterior ao Holoceno. Segundo o autor, as pesquisas das Humanidades científicas resvalaram nos mistérios da complexidade, mas as chamadas “novas ciências da complexidade” se tornaram uma Torre de Babel.

As Humanidades ante o Antropoceno (Quinta Conversa) - Leia mais…

Decolonizando Museus e Exposições sobre os Indígenas Ainus no Japão

por Sergio R V Bernardo — última modificação 07/06/2023 17:01

A socióloga japonesa Mariko Murata esteve no IEA para falar sobre a prática de decolonização de museus japoneses, tomando como referência o esforço empreendido pelo Museu e Parque Nacional Ainu Upopoy, inaugurado em 2020, o primeiro de caráter nacional dedicado à etnia, e as polêmicas suscitadas pelos procedimentos adotadas pelo museu. Primeiros ocupantes do norte do Japão, os ainus foram colonizados e marginalizados pelos japoneses durante séculos, chegando a ser exibidos e submetidos à alteridade em exposições e mostras de museus, segundo Murata. Em paralelo a isso, disse, o movimento étnico ainu criou algumas coleções e instituiu guias/anfitriões para organizarem turismo étnico em seus povoados. A mediação foi de Ilana Goldstein (Unifesp), e o debate teve a participação de Michiko Okano (Unifesp); Sandra Mara Salles (Museu Afro Brasil); Susilene Elias de Melo (Museu Worikg); e Suzenalson da Silva Santos (Museu Kanindé).

Decolonizando Museus e Exposições sobre os Indígenas Ainus no Japão - Leia mais…

Dependência Brasileira da Importação de Fármacos

por Sergio R V Bernardo — última modificação 30/05/2023 15:20

Este encontro abordou os aspectos técnicos, políticos e sociais da dependência no Brasil da importação de fármacos. Também tratou das implicações relativas à manutenção do atendimento às demandas de medicamentos da população, que deve ser entendido como um aspecto de segurança nacional.

Dependência Brasileira da Importação de Fármacos - Leia mais…

Multilinguismo, Contato e Mudança Linguística Apontando Novos Rumos para a Ciência da Linguagem

por Jorge Paulo Soares — última modificação 04/07/2023 09:25

O encontro partiu da apresentação de resultados de pesquisas que visam descrever e caracterizar a lingua geral de Mina, língua africana falada no Brasil colônia. Procurou-se explicitar algumas propriedades de gramáticas híbridas desenvolvidas por falantes interagindo socialmente em contextos multilíngues, como o do Brasil colônia. Isso permitiu aos pesquisadores construir hipóteses sobre os mecanismos atuando na emergência de novas línguas e, assim, propiciar um debate sobre a mudança epistemológica em curso na linguística atual.

Multilinguismo, Contato e Mudança Linguística Apontando Novos Rumos para a Ciência da Linguagem - Leia mais…

Pesquisas Arqueológicas Brasileiras em Israel: o Caso de Tel Dor

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/08/2023 12:24

O encontro apresentou as frentes de pesquisa que estão sendo realizadas em Tel Dor, Israel, por equipe de pesquisadores da USP. Ao aprofundar o conhecimento sobre os mecanismos de contato cultural e os processos de transformação urbana no norte de Israel durante o período romano, o grupo pretende compreender melhor a presença romana na região da Judeia-Palestina a partir de reflexões sobre como os romanos buscaram impor suas concepções de urbanismo na porção oriental do Império e, da mesma forma, verificar como as populações locais receberam tais concepções, emulando-as e adaptando-as às suas realidades. Os participantes apresentaram os resultados alcançados pelo trabalho até o momento a partir da documentação numismática e em consonância com as tecnologias utilizadas em campo.

Pesquisas Arqueológicas Brasileiras em Israel: o Caso de Tel Dor - Leia mais…

Saúde Planetária Brasil (SPBr) – Novos Rumos

por Jorge Paulo Soares — última modificação 04/07/2023 09:48

O seminário fez um balanço da atuação do Grupo de Estudos em Saúde Planetária, criado no IEA em 2019, bem como apresentou as mudanças organizacionais e dos grupos de trabalho interdisciplinares e programas que serão a base das atividades do Saúde Planetária Brasil de ora em diante.

Saúde Planetária Brasil (SPBr) – Novos Rumos - Leia mais…

Racionalidades Educacionais (Pós-) Pandêmicas

por Sergio R V Bernardo — última modificação 30/05/2023 15:20

Julio Groppa Aquino, pesquisador que participou do Programa Ano Sabático do IEA em 2022, apresentou neste encontro o estudo "A educação no horizonte pós-pandêmico: contributos para a construção de pautas investigativas e práticas". O projeto deu origem a dois Atlas discursivos – referentes a 2020 e 2021 –, os quais visaram ao exame das racionalidades em circulação no campo educacional brasileiro no que concerne aos múltiplos desdobramentos da crise sanitária.

Racionalidades Educacionais (Pós-) Pandêmicas - Leia mais…

A Farmácia no Brasil do Século 19: Entre o Farmacêutico e o Medicamento

por Sergio R V Bernardo — última modificação 04/07/2023 09:47

Após o desembarque da corte portuguesa em 1808, tornaram-se constantes no Brasil menções ao exercício da atividade farmacêutica em uma série de textos legislativos, atas de associações médico-farmacêuticas, farmacopeias, periódicos científicos, folhas comerciais etc. Nesse período, devido às descobertas no domínio da química, que paulatinamente alargaram o arsenal terapêutico e alteraram o modo como os medicamentos eram preparados, também se estabeleceu uma nova configuração do profissional da farmácia e do medicamento. A partir desse quadro, o seminário discorreu sobre como se deu o processo de institucionalização, do ponto de vista legal e acadêmico, da farmácia dita científica no Brasil, e como ela contribuiu com uma nova maneira de tratar as doenças dos brasileiros no decorrer do século 19.

A Farmácia no Brasil do Século 19: Entre o Farmacêutico e o Medicamento - Leia mais…

Educação para o Futuro ou Poderemos Competir com os Algoritmos?

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/08/2023 10:39

Pesquisadores da Universidade de Oxford, do Reino Unido, apontam que dois bilhões de postos de trabalho serão extintos até 2030. Outros serão criados, mas demandarão competências muito mais sofisticadas. A expositora deste evento, Claudia Costin, realizou pesquisas sobre o que países com bons sistemas educacionais vêm fazendo para prepará-los para essa nova realidade. Segundo ela, a conclusão é que estão buscando promover a resolução colaborativa e criativa de problemas, com ênfase no pensamento crítico e sistêmico, usando, por exemplo, a produção textual para processar o pensamento. Serão escolas que ensinam cada vez mais a pensar, ao invés de despejar conteúdo, e que precisarão ensinar o aluno a “aprender a aprender”, como preconizava Jacques Delors, disse Costin. Nessa transformação, o uso da gamificação no processo educacional é algo que pode ser feito, aproveitando o melhor da tecnologia para instigar a pensar, afirmou a pesquisadora.

Educação para o Futuro ou Poderemos Competir com os Algoritmos? - Leia mais…

O Paraíso das Delícias na Terra: Fluxo dos Jesuítas Italianos em Missão nas Reduções Jesuíticas da Província do Paraguai

por Sergio R V Bernardo — última modificação 30/05/2023 15:20

Este evento comemorou os 250 anos da supressão da Companhia de Jesus (1773) e os 370 anos da morte do missionário jesuíta italiano Giuseppe Cataldini (1653), um dos pioneiros das experiências das Reduções jesuíticas e fundador da Redução de Nossa Senhora de Loreto (1610). Juntamente a ele, outros jesuítas se mudaram da Itália para o continente latino-americano, num dos primeiros fluxos de migração entre esses dois mundos. Estes jesuítas escreveram cartas ao Padre Geral, chamadas de Indipetae, em que definiam o território das Reduções (a então Província jesuítica do Paraguai) como "paraíso das delicias na terra". No encontro, os pesquisadores abordaram aspectos históricos da presença dos italianos nas missões jesuíticas nos territórios guaraníticos.

O Paraíso das Delícias na Terra: Fluxo dos Jesuítas Italianos em Missão nas Reduções Jesuíticas da Província do Paraguai - Leia mais…

A Economia Ecológica de Herman Daly

por Jorge Paulo Soares — última modificação 18/05/2023 11:02

Este encontro prestou homenagem ao economista ecológico estadunidense Herman Daly, morto em outubro de 2022, aos 84 anos, e analisou as respostas surgidas no seminário O Que Há de Ecológico em Marx, realizado em 14 de março. Há 65 anos, Daly publicou o icônico artigo “On Economics as a Life Science”. Entre seus inúmeros trabalhos posteriores estão os livros "Steady-State Economics" (1977) e "Valuing the Earth – Economics, Ecology, Ethics" (1993). Ao longo de sua trajetória, procurou entender e criticar a ciência e a utopia de Marx, segundo seu colega britânico-canadense Peter A. Victor.

A Economia Ecológica de Herman Daly - Leia mais…

“Um Barco que Veleje nesse Infomar”: Algoritmos, Políticas Culturais e Processos Artísticos

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/08/2023 11:49

Os participantes deste seminário fizeram exposições sobre o alcance das políticas culturais e as possibilidades que se apresentam para os processos artísticos em um cenário em que as tecnologias não são apenas "meios", mas também "ambientes" que definem e propõem modos de existência, produção e acesso. Dentre outros questionamentos, está o das “lógicas de produção de (in)visibilidades e (in)acessibilidades por meio das quais operam as rotinas altamente eficientes de seleção e combinação mediadas por algoritmos”.

“Um Barco que Veleje nesse Infomar”: Algoritmos, Políticas Culturais e Processos Artísticos - Leia mais…

Impacto da Economia e das Instituições no Soft Power e no Hard Power

por Jorge Paulo Soares — última modificação 07/06/2023 17:02

Um encontro presencial, com transmissão ao vivo pela web, marcou o lançamento do livro de Sergio Rodrigo Vale. Nele, o autor explora a influência das condições domésticas, econômicas e institucionais que podem alterar o balanço de forças entre soft e hard power. A obra apresenta um conjunto de estudos empíricos para demonstrar a relação direta entre instituições e economia robustas com o fortalecimento do soft power, ao mesmo tempo em que permite a diminuição dos investimentos em hard power.

Impacto da Economia e das Instituições no Soft Power e no Hard Power - Leia mais…

Museus Participativos: Diálogos com o Muquifu - Museu dos Quilombos e das Favelas Urbanos em Belo Horizonte

por Sergio R V Bernardo — última modificação 30/05/2023 15:19

Este seminário promoveu uma reflexão sobre os “Territórios Soterrados” em Belo Horizonte, patrimônios afro-brasileiros, acervos “populares” e cultura material a partir do Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos (Muquifu) e do Projeto NegriCidade. O Muquifo é um museu de território e comunitário, localizado em Belo Horizonte, e tem objetos doados e emprestados pelas pessoas moradoras. O discurso museal se desenvolveu para além do acervo (a memória arquival), mas também pela performance (a memória incorporada) desses sujeitos no Muquifu. No encontro, foram apresentados os métodos participativos que o museu usa para pesquisar, documentar, apresentar e atualizar as diferentes representações sociais que abordam temas de religiosidade, raça, gênero, classe social, artes e ofícios, objetos biográficos e entre outros.

Museus Participativos: Diálogos com o Muquifu - Museu dos Quilombos e das Favelas Urbanos em Belo Horizonte - Leia mais…

As Humanidades ante o Antropoceno (Quarta Conversa)

por Sergio R V Bernardo — última modificação 18/05/2023 13:18

Nesta quarta conversa, José Eli da Veiga recebeu a socióloga Julia Guivant e o agrônomo Sandro Schlindwein para dar continuidade à discussão sobre seu livro, "O Antropoceno e as Humanidades". Eles discutiram os posicionamentos das Humanidades sobre a proposta de definir como Antropoceno a atual época geológica da Terra, posterior ao Holoceno. Segundo José Eli, as pesquisas das Humanidades científicas resvalaram nos mistérios da complexidade, mas as chamadas “novas ciências da complexidade” se tornaram uma Torre de Babel.

As Humanidades ante o Antropoceno (Quarta Conversa) - Leia mais…

Os Indígenas de Papel (Arquivos Europeus)

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/08/2023 12:35

Este seminário tratou da visão que colonos e missionários tinham dos indígenas sul-americanos, especialmente da borda da Amazônia a leste da Audiência de Quito, de acordo com registros existentes no Arquivo Geral das Índias, de Sevilha, Espanha, e no Arquivo Romano da Companhia de Jesus (Arsi, na sigla em latim). Segundo os organizadores, os indígenas eram classificados como “amigos”, em que os ibéricos reconheciam sinais de organização e civilidade, e “bárbaros”, geralmente retratados como nômades e antropófagos. De acordo com os documentos da época, essas concepções “se coadunavam com os objetivos específicos de colonos e missionários: a captura de mão de obra para o serviço pessoal e o estabelecimento de missões”.

Os Indígenas de Papel (Arquivos Europeus) - Leia mais…

Formulação e Mensuração das Políticas Públicas no Brasil

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/08/2023 12:23

O prefeito de São Paulo e o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação participaram de um seminário com pesquisadores do IEA e o economista Luiz Gonzaga Belluzzo para discutir todo o processo que envolve as políticas públicas: sua formulação, efetivação dos planos, implantação e medição do impacto, com foco nestes dois últimos, considerados os maiores gargalos. O objetivo é avançar na busca por modelos consolidados para a obtenção de eficiência e eficácia.

Formulação e Mensuração das Políticas Públicas no Brasil - Leia mais…

Adaptability of Vulnerable Communities and Youth in Post-Pandemic Cities

por Jorge Paulo Soares — última modificação 18/05/2023 13:19

Discussão entre pesquisadores brasileiros e estrangeiros sobre os desafios que a pandemia de Covid-19 tem apresentado à vida nas grandes cidades, com foco nas estratégias de adaptação de crianças, jovens e comunidades que vivem em contextos de vulnerabilidade urbana. O encontro é resultado de cooperação entre a USP, Universidade de Birmingham (Reino Unido), Universidade do Estado Livre (África do Sul) e University College London, por meio do projeto de pesquisa Panex-Youth. A pesquisa procura entender como os jovens têm-se adaptado à pandemia desde seu início e avaliar o impacto geral desses processos de adaptação no Brasil, Reino Unido e África do Sul.

Adaptability of Vulnerable Communities and Youth in Post-Pandemic Cities - Leia mais…

Posse de Suzana Herculano-Houzel como Titular da Cátedra Otavio Frias Filho de Estudos em Comunicação, Democracia e Diversidade

por Sergio R V Bernardo — última modificação 18/05/2023 13:20

Posse da bióloga e neurocientista Suzana Herculano-Houzel como titular da Cátedra Otavio Frias Filho para o período 2023-2024. Ela sucede o jornalista Muniz Sodré, que ocupou a vaga de 2021 até este ano. O ciclo coordenado por Suzana buscará compreender as relações entre a ciência, a comunicação e a diversidade enquanto elementos contemporâneos fundamentais para a existência da democracia. Em sua primeira conferência, que aconteceu durante cerimônia de posse, ela explicou por que a expressão "sobrevivência do mais apto" é, para ela, a mais tóxica que a humanidade já pronunciou.

Posse de Suzana Herculano-Houzel como Titular da Cátedra Otavio Frias Filho de Estudos em Comunicação, Democracia e Diversidade - Leia mais…

As Humanidades ante o Antropoceno (Terceira Conversa)

por Sergio R V Bernardo — última modificação 18/05/2023 13:21

Em seu mais recente livro ("O Antropoceno e as Humanidades"), o professor sênior do IEA José Eli da Veiga discute os posicionamentos das Humanidades sobre a proposta de definir como Antropoceno a atual época geológica da Terra, posterior ao Holoceno. Segundo ele, as pesquisas das Humanidades científicas resvalaram nos mistérios da complexidade, mas as chamadas “novas ciências da complexidade” se tornaram uma Torre de Babel. O livro aposta na possibilidade de que a teoria darwiniana possa ajudar a iniciar a procura do esperanto libertador desses impasses, afirma. Outra questão abordada na obra é a celeuma entre os que preferem chamar a época de Antropoceno e os que defendem a adoção do termo Capitaloceno.

As Humanidades ante o Antropoceno (Terceira Conversa) - Leia mais…

O Espaço do Mundo: Plataformas Digitais e Perspectivas para Solidariedade Humana no Século XXI

por Sergio R V Bernardo — última modificação 25/08/2023 10:48

Nesta palestra, Nick Couldry refletiu sobre o espaço global de comunicação e interação social que se construiu ao longo das últimas três décadas através de uma internet comercializada e do surgimento de plataformas digitais cujo modelo de negócios depende da extração de dados de seus usuários e da modelagem do comportamento do usuário para otimizá-lo de forma a gerar valor publicitário. E se essas condições – válidas, talvez, em seus próprios termos comerciais – tiverem garantido um espaço de interação humana maior, mais polarizado, mais intenso e mais tóxico do que o compatível com a solidariedade humana?

O Espaço do Mundo: Plataformas Digitais e Perspectivas para Solidariedade Humana no Século XXI - Leia mais…

Regulação da IA no Brasil: Estamos em um Bom Caminho?

por Jorge Paulo Soares — última modificação 25/08/2023 13:14

Em dezembro de 2022, a Comissão de Juristas do Senado Federal voltada à regulação da IA no Brasil divulgou um substitutivo aos Projetos de Lei (PL) nº 5.051/2019, 21/2020 e 872/2021. Neste seminário, especialistas exploraram diferentes aspectos do novo texto - como o papel da intervenção humana, a correção de vieses algorítmicos, a avaliação de risco e a estrutura de governança proposta. O objetivo é entender quais deles devem ser aprimorados ao longo do processo legislativo.

Regulação da IA no Brasil: Estamos em um Bom Caminho? - Leia mais…