Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / A nanotecnologia e a geração de riqueza e bem-estar

A nanotecnologia e a geração de riqueza e bem-estar

Fernando Galembeck, do Instituto de Química da Unicamp, faz conferência sobre o assunto no dia 12 de setembro.
fgalembeck.gif
O químico
Fernando Galembeck

Fernando Galembeck, do Instituto de Química da Unicamp, faz no dia 12 de setembro (terça-feira), às 15h, no IEA, a conferência "Alquimia no Século 21: Ciência, Riqueza e Bem-Estar". Ele tratará da importância socioeconômica da nanotecnologia, da sua experiência no desenvolvimento do Biphor, pigmento branco composto de nanopartículas de fosfato de alúminio (patenteado pela Unicamp e Bunge), e dos requisitos necessários para o estímulo à inovação tecnológica no pais. Os debatedores serão Glauco Arbix, do Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, e Guilherme Ary Plonski, do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da USP.

Bacharel e licenciado em química e doutor em ciências pela USP, com pós-doutorado na Universidade da Califórnia e na Universidade do Colorado, Galembeck foi professor da USP e da Unesp antes de passar a lecionar na Unicamp, em 1983, onde é professor titular e dirige equipe que detém patentes sobre processos de obtenção de novos adesivos, pigmentos e outros materiais nanotecnológicos.

A conferência de Galembeck faz parte do Ciclo Temático sobre Inovação Tecnológica, do qual já participaram Richard Nelson, Eduardo Krieger e Glauco Arbix (os vídeos das três conferências estão na Midiateca Online). No dia 8 de novembro o ciclo terá continuidade com a conferência "Uma Nova Agenda de Ciência e Tecnologia para o Brasil", de Carlos Américo Pacheco, do Instituto de Economia da Unicamp.

Foto: Unicamp

registrado em: , ,