Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / A tecnologia e a aceleração do tempo construindo um mundo irracional

A tecnologia e a aceleração do tempo construindo um mundo irracional

por Sylvia Miguel - publicado 19/01/2016 15:50 - última modificação 23/02/2016 17:17

"Ainda não sabemos se as sociedades contemporâneas estão numa rota de emancipação ou de autodestruição", diz filósofa que coordena workshop internacional em fevereiro no IEA.

 

Olgária Matos

Olgária Matos, professora da FFLCH-USP, coordena workshop sobre a sociedade da tecnologia e da comunicação.

O desenvolvimento tecnológico sem rumo nem direção dita os passos irrefletidos das sociedades modernas. As decisões do mundo contemporâneo são baseadas na inovação pela inovação. A esfera pública é levada a acompanhar as rápidas transformações tecnológicas, sem que possa avaliar os valores criados nesse processo.

Algumas das reflexões do Grupo de Pesquisa Humanidades e Mundo Contemporâneo do IEA serão expostas durante o workshop A Sociedade da Indiferenciação: Identidades,Traumas e Violência Mítica, organizado pela professora Olgária Matos, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

Os debates realizados na semana de 22 a 24 de fevereiro, das 10h às 17h, na antiga sala do Conselho Universitário, integram as atividades do projeto temático "Aceleração do Tempo e Pós-Democracia: Violência e Comunicação", desenvolvido transdisciplinarmente durante o quadriênio 2014-2017 pelo grupo de pesquisa, coordenado pela professora Matos.

“A sociedade da comunicação, da informação e do saber vive uma intensificação dos estímulos nervosos, produzindo uma aceleração do tempo e algumas rupturas importantes com a tradição. As transformações impactam a noção de identidade e coerência de seu significado, e também a memória e o passado. Não sabemos ainda se o desenvolvimento da ciência e da técnica pode ser propício à emancipação do ser humano, ou se o levarão à destruição”, diz a coordenadora.

Relacionado

Notícia:

As transformações do indivíduo no contexto da temporalidade acelerada

Vídeo:

Aceleração do Tempo e Pós-democracia: Violência e Comunicação

O encontro congregará pesquisadores de diversas disciplinas das humanidades, como filosofia, antropologia, história, psicanálise, psicologia e outras. O conferencista será Georges Jean Marie Gaillard, professor de psicologia do Institut de Psychologie Université Lumière Lyon2.

O evento é gratuito, com transmissão ao vivo pela internet e não requer inscrições prévias.

Programação

22/02/2016

    14h às 17h - Disciplina de Pós Graduação: Pulsão de Morte e Repetição Traumática
    nas Instituições. Prof. Georges Gaillard

    23/02/2016
    14h às 17h.- Disciplina de Pós Graduação: Pulsão de Morte e Repetição Traumática nas
    Instituições - Prof. Georges Gaillard

    24/02/2016
    14h às 17h - Disciplina de Pós Graduação: Pulsão de Morte e Repetição Traumática nas Instituições - Prof. Georges Gaillard.

     


    A Sociedade da Indiferenciação: Identidades,Traumas e Violência Mítica
    De 22 a 24 de fevereiro, das 10h às 17h.
    Antiga Sala do Conselho Universitário (Rua da Praça do Relógio, 109, térreo), Cidade Universitária, São Paulo.
    Evento gratuito e aberto ao público – Transmissão ao vivo pela internet
    Informações: com Cláudia R. Tavares (clauregi@usp.br), telefone (11) 3091-1686.