Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / Conferência apresenta a contribuição do filósofo Martin Buber para atividades clínicas e de pesquisa

Conferência apresenta a contribuição do filósofo Martin Buber para atividades clínicas e de pesquisa

por Victor Augusto Dias Matioli - publicado 12/04/2018 16:33 - última modificação 12/04/2018 16:33

O austríaco naturalizado israelita Martin Buber (1878 - 1965) foi, entre muitos outros ofícios, um renomado filósofo, teólogo e escritor. Se debruçou sobre a importância subjetiva das relações humanas, principalmente da comunicação e do diálogo. A contribuição de suas conclusões para as atividades clínicas e de pesquisa será analisada na conferência Diálogo e Intersubjetividade em Clínica: Contribuições da Filosofia de Martin Buber.

Martin Buber
Martin Buber, filósofo que inspirou o livro de José Maurício de Carvalho

O austríaco naturalizado israelita Martin Buber (1878 - 1965) foi, entre muitos outros ofícios, um renomado filósofo, teólogo e escritor. Se debruçou sobre a importância subjetiva das relações humanas, principalmente da comunicação e do diálogo. A contribuição de suas conclusões para as atividades clínicas e de pesquisa será analisada na conferência Diálogo e Intersubjetividade em Clínica: Contribuições da Filosofia de Martin Buber, que acontece no dia 21 de maio, às 14h, no IEA. O evento é gratuito, com transmissão ao vivo pela web, e não requer inscrição prévia.

O conferencista será o psicólogo professor titular aposentado José Maurício de Carvalho, da Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ). Carvalho apresentará o livro Martin Buber, a filosofia e outros escritos sobre o diálogo e a intersubjetividade (Editora FiloCzar, 2017), de sua autoria. Participarão também, como debatedores, Newton Aquiles Von Zuben, pesquisador da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) e Paulo Saldiva, diretor do IEA. O encontro é organizado pela Editora FiloCzar, em parceria com o IEA.

O livro de Carvalho percorre toda a obra de Buber, dando destaque aos conceitos mais importantes desenvolvidos pelo filósofo, como o de intersubjetividade: para ele, todo homem nasce com a capacidade de se interrelacionar com seus semelhantes. Buber acreditava que saber se relacionar é mais importante do que ser individualmente bem-sucedido.

As conclusões do filósofo israelita foram aplicadas em áreas diversas do conhecimento, como teologia, pedagogia e psicologia. Segundo o professor José Maurício de Carvalho, o sentido de alteridade proposto por Buber, bem como a importância das relações dialógicas, trouxe “significativas contribuições para a reflexão dos profissionais e pesquisadores que se dedicam a questões humanas”.


Diálogo e Intersubjetividade em Clínica: Contribuições da Filosofia de Martin Buber
21 de maio, 14h
Auditório IEA, Rua da Praça do Relógio, 109, térreo, Cidade Universitária, São Paulo
Evento gratuito, com transmissão ao vivo pela internet
Sem necessidade de inscrição
Mais informações: Sandra Sedini (sedini@usp.br); telefone: (11) 3091-1678