Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / Matriz energética é tema do 2º debate sobre perspectivas para a COP 21

Matriz energética é tema do 2º debate sobre perspectivas para a COP 21

Debate no dia 8 de outubro do "A Caminho da COP21: Preparando o Terreno até Paris" tratará das relações entre mudanças climáticas e matriz energética.

Logo da COP21 - 1

Energia e Mudanças Climáticas – Oportunidades, Inovações e Adaptações Necessárias para uma Transição para uma Economia de Baixo Carbono é o tema do segundo encontro do ciclo preparatório para a COP 21. O debate acontecerá no dia 8 de outubro, às 9h30, na Sala de Eventos do IEA.

O expositor e moderador será Carlo Linkevieius Pereira, da CPFL Energia. Os debatedores serão: Zilmar de Souza, da União da Industría de Cana-de-Açúcar (Unica); e Weber Amaral, da Escola de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq).

Os principais temas a serem discutidos no encontro são: a relação entre as mudanças climáticas e a matriz energética, o crescimento de novas fontes de energia, o desenvolvimento de novas tecnológicas, a consolidação de mercados para energias renováveis e a política energética.

Também serão debatidos os modelos de negócios e investimentos em energia e as necessárias adaptações, em função das consequências das mudanças climáticas, para que sejam atingidas as metas propostas pelos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) e o aumento máximo de  2°C  da média da temperatura do planeta.

Objetivos do ciclo

O primeiro objetivo do ciclo A Caminho da COP 21: Preparando o Terreno até Paris – Mudanças Climáticas, Adaptações, Soluções e Oportunidades é identificar e discutir as oportunidades para mudança nos padrões de emissões dos gases de efeito estufa, de forma a contribuir para a ampliação da resiliência dos sistemas naturais e antrópicos às alterações climáticas, para a indicação das adaptações necessárias e para dar suporte às políticas públicas locais e nacionais sobre o tema. Será dada ênfase à análise da relação entre água, energia, alimentos e cidades, de suas múltiplas interações e de como respondem às mudanças climáticas.

O segundo objetivo da iniciativa é oferecer uma contribuição ao governo brasileiro e seus negociadores para a participação do país na Conferência das Partes sobre Mudanças do Clima (COP 21), que ocorrerá em Paris, França, de 30 de novembro a 11 de dezembro.

Cada debate contará com um ou dois expositores, que atuarão também como moderadores de uma discussão entre eles e outros três debatedores: um acadêmico, um formulador de políticas púbicas e um representante da iniciativa privada. O formato privilegiará o diálogo entre os debatedores e a participação do público presente e das pessoas que estiverem assistindo ao encontro via internet.

Relacionado

CICLO
A CAMINHO DA COP 21

1º Debate


Outro evento

Las Negociaciones Climáticas de París 2015 y el Futuro del Clima Planetario – conferência de José Luis Lezama (Colegio de México)


Outras notícias
sobre o tema

Documento

Os resultados das discussões serão consolidados em documento a ser entregue ao governo brasileiro e apresentado em eventos paralelos à COP 21. Depois da conferência em Paris, será realizado um novo evento, no qual serão apresentados os resultados nela atingidos e as ações a serem tomadas pelos países, empresas e sociedade.

Os organizadores do ciclo são: USP, Núcleo de Apoio à Pesquisa sobre Mudanças Climáticas (Incline) da USP e Grupo de Pesquisa Meio Ambiente e Sociedade do IEA. O projeto tem o apoio da Seção Brasil do Conselho Mundial da Água, Rede Brasileira do Pacto Global (UNGC), Arq.Futuro e CPFL Energia. A organização geral é de três professores da USP: Weber Amaral, da Escola de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq); Tércio Ambrizzi, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG); e Pedro Jacobi, do IEA, FE e Procam-IEE.

Programação

PRÓXIMOS DEBATES

14 de outubro – das 9h30 às 12h30

As Mudanças Climáticas e a Segurança Alimentar – Conseguiremos Alimentar 10 bilhões de Pessoas?
Expositores e moderadores: Marcelo Vieira, da Sociedade Rural Brasileira, e Weber Amaral, da Escola de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP
Local: Sala de Eventos do IEA-USP, rua Praça do Relógio, 109, bloco K, 5º andar, Cidade Universitária, São Paulo

29 de outubro – das 9h30 às 12h30
As
Mudanças Climáticas e as Negociações Internacionais – A Posiçao do Governo Brasileiro
Expositor e moderador: Carlos Klink, do Ministério do Meio Ambiente
Local: Sala de Eventos do IEA-USP, rua Praça do Relógio, 109, bloco K, 5º andar, Cidade Universitária, São Paulo

19 de novembro – das 9h30 às 12h30
As Mudanças Climáticas e as Megacidades
– Mobilidade Sustentável, Saúde Pública e Planejamento do Crescimento
Expositores e moderadores: Tomas Alvim e Marisa Moreira Salles, ambos do Arq.Futuro
Local: Sala de Eventos do IEA-USP, rua Praça do Relógio, 109, bloco K, 5º andar, Cidade Universitária, São Paulo

 


As Mudanças Climáticas e a Matriz Energética
Além do Petróleo e a Economia de Baixo Carbono: Adaptação, Negócios do Clima e Inovações Tecnológicas

2º debate do ciclo A Caminho da COP 21: Preparando o Terreno até Paris –
Mudanças Climáticas, Adaptações, Soluções e Oportunidades

1º de outubro, 9h30
Sala de Eventos do IEA, rua Praça do Relógico, 109, bloco K, 5º andar, Cidade Universitária, São Paulo
Evento gratuito e aberto ao público, sem inscrição prévia – Transmissão ao vivo pela web
Informações: Sandra Sedini (sedini@usp.br), telefone (11) 3091-1678
Ficha do evento: www.iea.usp.br/eventos/mudancas-climaticas-e-matriz-energetica