Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / Pesquisadores da 1ª Intercontinental Academia iniciam filmagens de curso sobre o “tempo”

Pesquisadores da 1ª Intercontinental Academia iniciam filmagens de curso sobre o “tempo”

Cinco dos 13 jovens pesquisadores que participam do projeto ficarão imersos em base de pesquisa do IO-USP para gravar as aulas que irão compor o Massive Open Online Course (Mooc)
Base Clarimundo de Jesus - IO/USP
Base de pesquisa do IO-USP em Ubatuba

Começaram nesta segunda-feira, 6 de março, as filmagens do curso online que os participantes da primeira Intercontinental Academia (ICA) estão produzindo sobre o tema “tempo”. Em Ubatuba, na Base de Pesquisa “Clarimundo de Jesus” do Instituto Oceanográfico (IO) da USP, cinco jovens pesquisadores que integram o projeto ficarão imersos até o dia 10 de março para gravar as aulas das quatro seções que comporão o Massive Open Online Course (Mooc). Com um total de duas horas de duração, o curso deverá ficar hospedado na base da Coursera.

Relacionado

Fotos das filmagens do Mooc

1º encontro em São Paulo

Participantes da Intercontinental Academia apresentam resultados do encontro

2º encontro em Nagoya

Pesquisadores da Intercontinental Academia detalham curso sobre o tempo

Todas as notícias

Gravação Mooc Ubatuba
Bastidores da gravação do Mooc
Gravação Mooc Ubatuba - 2
Nikki Moore se prepara para iniciar a filmagem

Os jovens pesquisadores estão sendo representados por David Gange, da University of Birmingham, Inglaterra; Eduardo Almeida e Helder Nakaya, ambos da USP; Nikki Moore, da Rice University, Estados Unidos; e Valtteri Arstila, da University of Turku, Finlândia. Durante esta semana, eles terão a supervisão dos membros do Comitê Sênior da ICA Martin Grossmann, da Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP, e Regina Markus, do Instituto de Biociências (IB) também da USP.

A ICA é um programa da University-Based Institutes for Advanced Study (Ubias), rede que congrega 36 institutos de estudos avançados de universidades de todos os continentes. O IEA-USP e o Instituto de Pesquisa Avançada da Universidade de Nagoya (IAR), no Japão, são os responsáveis pela primeira edição. O encontro em São Paulo aconteceu de 17 a 30 de abril de 2015, e a segunda fase, em Nagoya, de 6 a 18 de março do ano passado.

O projeto reúne 13 jovens pesquisadores de diferentes nacionalidades e áreas do conhecimento para desenvolver estudos sobre o tema “tempo”. Sua realização foi possível graças à parceria e apoio das Pró-Reitorias de Pesquisa da USP e da Universidade de Nagoya e do Itaú Cultural, que financia boa parte dos custos por meio do programa Redes Globais de Jovens Pesquisadores da Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência.

Durante todas as etapas da ICA e mesmo após os encontros presenciais, os jovens trabalharam na criação do roteiro do Mooc e chegaram a Ubatuba com os textos prontos do que será filmado por uma produtora de vídeo. Após as gravações, a expectativa é que o curso fique completamente pronto para ir ao ar em junho.

Imagens: Foto 1 - Divulgação IO-USP; Fotos 2 e 3: Richard Meckien - IEA-USP