Você está aqui: Página Inicial / NOTÍCIAS / Fundamentação dos conteúdos é o tema de novo ciclo da Cátedra de Educação Básica

Fundamentação dos conteúdos é o tema de novo ciclo da Cátedra de Educação Básica

por Nelson Niero Neto - publicado 03/03/2020 16:20 - última modificação 12/03/2020 14:21

Atividades serão ao longo do primeiro semestre de 2020, com o primeiro encontro no dia 21 de março; inscrições estão abertas

Ciclo ed básica matéria

ATENÇÃO: Devido à pandemia da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus, a Cátedra de Educação Básica da USP e do Itaú Social decidiu adiar por um mês o início do ciclo. Assim, a primeira atividade agora será no dia 25 de abril, podendo sofrer alterações caso necessário. A data dos demais encontros será marcada futuramente.

O novo ciclo da Cátedra de Educação Básica, com o tema “Fundamentação dos Conteúdos da Educação Básica”, começará em 25 de abril. As inscrições para o primeiro encontro estão abertas. Serão seis deles ao longo do semestre, com dois seminários, dois cursos e dois colóquios.

Professores, coordenadores, diretores e representantes de instituições de educação básica compõe o público-alvo do ciclo, mas a participação nos seminários e cursos é aberta e gratuita a todos. As inscrições serão abertas três semanas antes da data de realização do encontro e ficarão disponíveis por duas semanas.

Os colóquios terão apenas transmissão ao vivo pela internet, sem participação presencial.

Organização

Os seminários e minicursos serão intercalados, com a finalidade de colocar em prática nos cursos o que foi visto nos seminários, aproximando as questões abordadas à realidade da sala de aula da escola básica.

As exposições serão dos pesquisadores Nilson José Machado, Naomar de Almeida Filho, Lino de Macedo e Luís Carlos de Menezes, que também serão coordenadores das atividades dos minicursos.

Os seminários terão 150 vagas disponíveis. Já os minicursos serão divididos em quatro turmas, de no máximo 25 pessoas, que vão trabalhar em salas separadas.

As atividades começarão às 8h30, com encerramento previsto às 16h30, sempre aos sábados. Será oferecido almoço para os participantes.

Tanto os seminários quanto os minicursos terão transmissão ao vivo pelo site do IEA. Para assistir, não será preciso fazer inscrição.

Temas

O primeiro encontro, em 25 de abril, será o seminário “Conhecimento, Ciência, Tecnologia e Valores”. As inscrições podem ser feitas até as 15h do dia 13 de março.

Ciclos anteriores

Este será o terceiro ciclo organizado pela Cátedra em parceria com o Itaú Social. O  primeiro, “Ação e Formação do Professor”, realizado no primeiro semestre de 2019, focou na criação de mecanismos de enfrentamento para a fragmentação que afeta a organização da Escola Básica no país. A premissa foi de que a ação e a formação dos professores podem ser um antídoto para esta realidade.

O segundo, “A Escola: Espaços e Tempos das Ações Docentes”, discutiu, sob diferentes temáticas, a profissão e a formação de professores, bem como a escola e suas funções de condução da aprendizagem, vivência e produção cultural, protagonismo comunitário e inclusão social.

Acesse os textos de cobertura e os vídeos das atividades realizadas nos ciclos anteriores:

- Ciclo “Ação e Formação do Professor”

- Ciclo “A Escola: Espaços e Tempos das Ações Docentes”

Nele, os quatro pesquisadores abordarão, em exposições individuais, as relações entre ciência, conhecimento, informação e tecnologia; o valor do conhecimento; a necessidade de articular as ciências sociais com as ciências da natureza, buscando uma “sustentabilidade socioambiental”; além de uma análise da relação entre os conceitos de conhecimento e sabedoria, sob a perspectiva das competências da Base Nacional Comum Curricular.

O encontro seguinte será um minicurso, com data a ser definida oportunamente devido à COVID-19, explorando as questões discutidas no seminário. As inscrições poderão ser feitas a partir do dia 30 de março, às 9h, até as 15h do dia 15 de abril.

Em seguida, haverá o seminário “Integração entre Áreas do Conhecimento”, quando os quatro pesquisadores farão, novamente, exposições individuais. Desta vez, as questões levantadas passarão pelas diversas relações da linguagem com as ciências humanas, naturais e exatas, além das aproximações da matemática com as ciências da natureza. Um panorama histórico do distanciamento entre as ciências naturais e as ciências humanas também será traçado, com uma análise do movimento contemporâneo de reintegração destes conhecimentos. A data da atividade ainda será definida. As inscrições começarão dia 23 de abril, às 9h, e ficarão abertas até às 15h do dia 8 de maio.

O segundo minicurso irá abordar estas discussões. Com data de realização a definir, a inscrição estará aberta do dia 25 de maio, às 9h, e até às 15h do dia 14 de junho.

Colóquios

Os colóquios vão reunir pensadores e autores representativos de áreas acadêmicas para debater questões fundamentais da área da educação. O objetivo dos organizadores é aproximar posições diferentes — “distintas, contraditórias ou dissonantes” — para instigar uma discussão sobre o tema.

O primeiro deles, “A Crise do Estado e a Educação Hoje”, terá discussões englobando a relação entre educação e Estado: os deveres deste com a área e os desdobramentos de suas eventuais ausências, ocasionadas por crises ou escolhas políticas.

No segundo colóquio, “O Futuro da Educação para a Sociedade do Futuro”, os participantes vão refletir, de acordo os organizadores, sobre “os futuros possíveis: da economia, da produção, da cultura, da sociedade, do trabalho, do emprego e da educação”. Desafios da era digital, desigualdades extremas, o aumento da economia freelancer e sustentabilidade também serão conceitos abordados.

Com datas a definir, os colóquios não terão audiência presencial, mas serão transmitidos ao vivo pela internet e posteriormente disponibilizados nos sites do IEA e da Cátedra de Educação Básica.

Foto: Montagem/Clara Borges