Você está aqui: Página Inicial / EVENTOS / Decoração dos Espaços Religiosos Católicos no Brasil: Continuidades e Rupturas

Decoração dos Espaços Religiosos Católicos no Brasil: Continuidades e Rupturas

por Janaina Abreu Oliveira - publicado 08/10/2019 10:45 - última modificação 16/12/2019 11:42

Detalhes do evento

Quando

de 18/11/2019 - 09:00
a 18/11/2019 - 18:15

Onde

Sala Alfredo Bosi, Rua da Praça do Relógio, 109, Cidade Universitária, São Paulo

Nome do Contato

Telefone do Contato

11 3091-1686

Adicionar evento ao calendário

O evento se propõe a realizar um primeiro balanço dos estudos atuais acerca do patrimônio histórico-artístico conservado em espaços religiosos ou institucionais católicos no Brasil. Trata-se de uma área muito extensa da história da arte e da arquitetura no país que às vezes parece não receber atenção adequada à sua relevância estética e cultural.

A história da arte do Brasil no período colonial foi construída a partir dos intercâmbios entre as culturas indígenas e africanas e os modelos europeus introduzidos, sobretudo, pelas ordens religiosas. A modernização das grandes cidades brasileiras ocasionou o surgimento de acervos públicos de arte sacra, que contribuíram para a formação do patrimônio e da historiografia brasileiros. Novos modelos decorativos e arquitetônicos oriundos da Escola da Abadia Beneditina de Beuron dialogaram com as coevas propostas de vanguarda.  No Brasil e na América Latina toda a produção artística relacionada com a Teologia da Libertação e com as Comunidades Eclesiais de Base adquiriu uma relevância internacional que continua grande à luz do debate cultural atual.

Paradoxalmente alguns artistas brasileiros que atuaram nessa vertente são mais conhecidos no exterior do que no próprio Brasil: por exemplo, no número 39 (jul-ago/2014) da Communio – Revista Católica Internacional, em sua versão francesa, Jean-Robert Armogathe, Diretor emérito de estudos na Ecole Pratique des Hautes Etudes, publicou um artigo a respeito do artista plástico brasileiro Cláudio Pastro (1948-2016) considerado com toda razão um exemplo capital da renovação da arte sacra inspirada pela renovação litúrgica do Concílio Vaticano II, à luz da sua ampla obra no Brasil e no mundo.

Recentemente os estudos sobre o patrimônio sacro tem adquirido novo impulso no Brasil e é o objetivo do seminário reunir e traçar um primeiro panorama de contribuições, que abarcam desde o período do Brasil Colônia até a contemporaneidade, visando colaborar para a valorização do patrimônio histórico e artístico do país bem como para a renovação do campo disciplinar.

O seminário é uma iniciativa do Grupo de Pesquisa Tempo, Memória e Pertencimento, cujo objetivo é o de valorizar e difundir o conhecimento acerca de ações e atores envolvidos com a memória e a preservação do patrimônio cultural, artístico e científico do Brasil.

Inscrições

Evento público, gratuito e com inscrição prévia.

Público online não há necessidade de se inscrever.

Evento com transmissão em: http://www.iea.usp.br/aovivo

Programação

ManhãCoordenação: Marina Massimi
09h Abertura - Marina Massimi (IEA/USP)
09h-9h30 Percursos dos Vestígios do Patrimônio Jesuítico da Época Colonial em São Paulo e Rio de JaneiroRenata Maria De Almeida Martins (FAU e IEA/USP)
9h30-10h A Capela de São Miguel Arcanjo em São Miguel PaulistaThais Cristina Montanari (UNICAMP)
10h-10h30
Do aldeamento de Mboy à formação do Museu de Arte Sacra dos Jesuítas em Embu das Artes Angelica Brito (Museu do Pátio do Colégio)
10h30-10h45 Coffee-Break
10h45-11h15 A Arte da Escola Beneditina de Beuron no Brasil Klency Kakazu De Brito Yang (UNIFESP)
11h15-11h30 O Museu de Arte Sacra de São Paulo: História de um AcervoChristian Mascarenhas (UNICAMP)
11h30-12h00 Programa Iconográfico da Capela Mor da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Candelária Itu/SP - Myriam Salomão (UFES)
12h-12h30 Debates/Comentários
12h30-13h30 Almoço
TardeCoordenação: Luciano Migliaccio
14h-14h30 Lugares do Catolicismo Negro na Cidade de São Paulo Fabrício Forganes Santos (UNESP)
14h30-15h
A Pintura nos Espaços Católicos de Batatais: Cândido Portinari, Maximino Cerezo Barreto, Claudio PastroAndrea Franzoni Tostes (UNESP)
15h-15h30 Inserção de Claudio Pastro no Contexto da Arte e da Teologia do Concilio Vaticano IIMarcio L. Fernandes (PUC/PR e IEA/USP)
15h30-15h45

Coffe-Break

15h45-16h15 Pateo do Collegio, Lugar de Nascimento e Memória: a Reforma Litúrgica Realizada por Cláudio PastroHilda Souto (PUC/PR)
16h15-17h45 Dialogo entre Arquitetura e Arte SacraUbiratan  Silva (Labora Arquitetura e Construção)
17h45-18h15 Considerações sobre o Patrimônio Histórico e Artístico nos Espaços Católicos Brasileiros. Balanços e PerspectivasLuciano Migliaccio (FAU e IEA/USP)
18h15-18h30
Debates/Comentários
18h30 Encerramento