Você está aqui: Página Inicial / EVENTOS / Movimentos Sociais por Habitação: Estratégias de Sobrevivência na Região Central de São Paulo

Movimentos Sociais por Habitação: Estratégias de Sobrevivência na Região Central de São Paulo

por Sandra Sedini - publicado 25/09/2020 09:25 - última modificação 07/10/2020 14:08

Detalhes do evento

Quando

de 05/10/2020 - 17:00
a 05/10/2020 - 18:30

Onde

On-line

Nome do Contato

Adicionar evento ao calendário

A carência habitacional é um dos maiores problemas sociais do Brasil. De acordo com o Censo 2010, 11,4 milhões de pessoas, equivalente a 6% da população brasileira, residem em 6.329 áreas irregulares.

Na cidade de São Paulo aproximadamente 391 mil domicílios estão localizados em 1.715 favelas, sendo que, 1.290 possuem acesso insuficiente às redes de infraestrutura como água, esgoto, iluminação pública, drenagem e coleta de lixo, além dos 1.506 cortiços localizados nos Distritos da Sé e Mooca, conforme dados da Secretaria Municipal de Habitação para 2018.

Fazer um olhar para as questões habitacionais no âmbito da luta pelo direito à moradia digna na região central da metrópole paulistana e os enfrentamentos no mundo da Covid-19 é o objetivo do nosso encontro. Convidamos para o nosso “Diálogos Abertos” uma especialista no meio acadêmico e duas articuladoras e ativistas emergentes de movimentos sociais.

Uma é moradora da Ocupação Ouvidor 63, na região da Sé, na qual reside aproximadamente 120 pessoas; e a outra é moradora de uma antiga área abandonada pertencente à União que foi ocupada em 2000 pela UNIFICAÇÃO DAS LUTAS DE CORTIÇOS E MORADIA – ULCM, no qual foi levantado o Condomínio Marisa Letícia com financiamento do MCMV – Entidades, entregue em janeiro de 2020 beneficiando 245 famílias.

O objetivo do encontro é dialogar com os atores auto-organizados e trazer a tona os seus enfrentamentos comuns aos desafios da COVID-19.

Comissão de organização: Vivian Aparecida Blaso Souza Soares César; Victor Kinjo; Edson Grandisoli; Thelmo Branco Filho

Coordenação e Abertura:

Pedro Roberto Jacobi (IEA USP)

Mediadores:

João Marcus Pires Dias (Programa USP Cidades Globais)

Sydney Cincotto Júnior (Complexus/PUCSP e Cidades Afetivas)

Expositores:

Camila D'Ottaviano (FAU USP)

Viviane Silva dos Reis (Condomínio Marisa Letícia)

Alexa Gomes (Ocupação Ouvidor 63, ativista, artista e designer)

Relatora:

Natalia Zafra Goettlicher (FSP USP e Movimento Mundo SEM Bitucas)

Encerramento:

Maria da Penha Vasconcellos (FSP USP e Programa USP Cidades Globais)

Transmissão

Acompanhe a transmissão do evento em iea.usp.br/aovivo

Inscrições

Evento público e gratuito | Sem inscrição prévia

Evento on-line | Não haverá certificação

Organização

Coletivo Diálogos Abertos

Programa USP Cidades Globais